Conheça fintechs argentinas que já receberam mais de US$ 3 milhões

Avatar

Por Mariana Rodrigues

31 de outubro de 2017 às 10:52 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Argentina é o terceiro maior mercado de fintechs na América do Sul, atrás de Brasil e Colômbia.

Na América Latina as startups podem criar soluções para problemas comuns na região, como limitação de crédito e desbancarização. Por isso, é natural que fintechs de países vizinhos tenham interesse em crescer e cruzar fronteiras. Algumas das argentinas da matéria, por exemplo, já estão com planos de desembarcar no Brasil.

Nesta série que aborda startups financeiras com base em informações da plataforma MEDICI, rede global de dados sobre fintechs, desta vez apresentamos cinco fintechs da Argentina que já receberam mais de US$ 3 milhões em aportes. Conheça:

 

Coda

A Coda fornece soluções tecnológicas para o desenvolvimento de produtos ou serviços para que o empreendedor possa se concentrar na gestão do negócio. Além de plataforma, a empresa fornece mentorias e co-criação de produtos. Seus mercados de interesse incluem dinheiro digital, saúde digital, comércio eletrônico, marketing digital, soluções B2B e P2P.

Fundada em: 2005

Fundador: Federico Nano

Recebeu em aportes: US$16 milhões em três rodadas de investimento

 

Afluenta

A companhia de empréstimos peer-to-peer tem uma plataforma que permite que as pessoas emprestem até US$ 75 mil para pagamento em um período de empréstimo máximo de 48 meses. A solução é totalmente automatizada e incluiu avaliação de crédito e risco e todo o processo em tempo real. A empresa está em expansão na América Latina com planos que incluem o Brasil.

Fundada em: 2010

Fundadores: Alejandro Cosentino, Ezequiel Guilleron, Federico Guilleron

Aportes recebidos: mais de US$ 11 milhões desde investimento semente até Série B.

 

Ripio

Ripio é uma carteira de bitcoin, subsidiária da empresa BitPagos.A empresa argentina também tem planos de expandir suas operações pela América Latina.

Fundada em: 2014

Fundadores: Sebastian Serrano, Luciana Gruszeczka

Recebeu em aportes: US$7,45 milhões

 

VU Security

A VU fornece soluções de Prevenção de Fraude e Prevenção de Identidade com base no comportamento do usuário, análise de dados de dispositivos e formação de perfis. A tecnologia “Agent Less” da VU ajuda instituições financeiras, empresas privadas, agências governamentais, entre outras, a evitar o roubo de informações.

Fundada em: 2007

Fundador: Sebastian Stranieri

Recebeu em aportes: US$ 4.55 milhões em 2017

 

Moni

A Moni fornece uma plataforma móvel para para pagamentos de contas voltada a clientes não bancarizados. A empresa ajuda seus usuários a receberem um adiantamento em dinheiro imediatamente, sem formalidades ou papelada e 100% online. O Moni permite aos usuários solicitar um microcrédito de curto prazo em dinheiro, pagar seus serviços ou recarregar o celular, de forma rápida e sem procedimentos bancários.

Fundada em: 2013

Fundadores: Alejandro Estrada, Juan Pablo Bruzzo

Recebeu em aportes: US$ 3 milhões

 

Saiba como fazer parte desse ecossistema

Para fazer parte do ecossistema global de fintechs, você pode cadastrar sua startup na MEDICI e na StartSe Base.

A MEDICI é uma base de dados que conta hoje com 7.000 empresas de todo o mundo. Ela pertence à Let’s Talk Payments (LTP), empresa global de conteúdo e pesquisas sobre fintechs.

A StartSe Base é a maior base de dados de startups do Brasil, com mais de 5.000 empresas cadastradas.

Sobre a Let’s Talk Payments (LTP)

LTP é a principal plataforma de conteúdo e pesquisas sobre fintechs no mundo. Mais de 400 instituições financeiras e 90 programas de inovação recorrem à LTP para obter informações sobre as empresas que estão disruptindo o setor financeiro. Para saber mais acesse o Media Kit.

Mariana Rodrigues é colaboradora regular da LTP, focada no mercado de fintechs do Brasil. Também é colaboradora do blog Dinheiro pra Viver.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.