Conheça um joguinho tão viciante que está destruindo o sono de seus usuários

Avatar

Por Paula Zogbi

10 de novembro de 2015 às 10:11 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Depois de Candy Crush Saga, 2048 e Dots, a nova febre entre gamers de smartphones já tem nome: 1010!

Entre os usuários, há quem reclame que não consegue parar de jogar e quem peça desculpas por ter apresentado os amigos a este jogo viciante. Um texto do The Odissey disse que o aplicativo é “o centro de todo o mal”.

Mas como funciona? Como boa parte dos jogos viciantes, a premissa bastante simples: o 1010! Lembra um Tetris, onde o jogador precisa organizar blocos e peças de forma a limpar uma coluna ou linha e abrir espaço para as próximas peças. A ideia é liberar o máximo de espaço possível.

A diferença entre o app e o clássico é que não há peças caindo do céu: se você cometer um erro, a culpa é toda sua. Os recordes de usuários novos chegam, na média, em 500 pontos, mas já há pessoas na internet se gabando de recordes de mais de 150.000.

Mas a prática não é tão fácil assim – ou pelo menos não tão simples: as pessoas nas redes sociais estão dizendo que suas vidas acabaram por conta do aplicativo, que consome horas e horas de seus dias. Esta usuária, por exemplo, diz o seguinte: “o 1010 basicamente consome a minha vida e eu odeio o tanto que estou viciada nele mais do que qualquer coisa”. O grande problema é que o jogo nunca acaba: você continua jogando até quebrar o recorde anterior.

Há também quem diga que passou a acordar 15 minutos mais cedo para tentar bater o recorde do dia anterior, como a mulher que escreveu o post do Odyssey. Este tweet também é de uma usuária que está tendo problemas com os horários de dormir.

Também já existem diversos fóruns e páginas dando dicas para que as pessoas aumentem cada vez mais seus recordes pessoais, como em todo bom jogo viciante.

Para quem não tem medo do vício: os downloads estão disponíveis para Android e iOS.