Como promover o seu e-book

Dicas eficazes para você promover o seu e-book gastando pouco e obtendo bastante retorno

Avatar

Por Erica Queiroz

9 de março de 2016 às 23:53 - Atualizado há 4 anos

 

Promover um e-book para alavancar as suas vendas pode parecer uma tarefa bastante difícil e que toma muito tempo, mas, se você se organizar, fazendo um planejamento adequado e seguindo-o à risca, vai ver que não é tão complicado assim e que os retornos podem ser muito maiores do que você imaginava.

Mas, em primeiro lugar, por que você deveria ter um e-book sobre um produto ou serviço relacionado à sua empresa? São vários os motivos e posso listar alguns, como: explicar como o seu produto ou serviço funciona, oferecer dicas de como usá-lo em situações diversas, sanar dúvidas específicas, gerar brand awareness, obter contatos de pessoas que se interessam pelo assunto para aumentar o seu mailing e até mesmo conseguir novos clientes, entre vários outros motivos.

Apesar de parecer absurdo, mas acontece com bastante frequência (acreditem!), muitas pessoas/empresas preparam um e-book e depois não o divulgam ou fazem uma divulgação deficiente, que não leva a nenhum resultado. Se você perdeu tempo escrevendo e/ou formatando um e-book ou se contratou alguém para fazer isso (pior ainda!), divulgue o seu e-book de todas as maneiras que puder, nas mais diversas mídias, para atingir públicos variados, mas sempre com bom senso, claro!

Agora vamos ver como você deveria divulgar o seu e-book. Há várias possibilidades, mas vou destacar aqui as que julgo mais importantes:

  1. Divulgue o e-book ao seu mailing – se você já tiver um mailing de clientes, divulgue a eles um link com o seu e-book para que conheçam mais sobre o assunto a que ele se referir. Se estas pessoas entraram no seu mailing por vontade própria (e deveria ser somente assim), elas já possuem interesse nos seus produtos/serviços e podem tornar-se consumidoras ou compradoras frequentes.
  2. Escreva um post sobre o e-book no seu blog (ou no blog de algum parceiro) ou publique o primeiro capítulo dele no blog (ou um pedacinho dele, caso seja curtinho) – funciona como um teaser e os interessados vão querer saber mais sobre o que a sua empresa oferece, podendo transformar-se em clientes.
  3. Publique o primeiro capítulo do e-book no SlideShare ou no Scribd, por exemplo. Mesmo nos casos em que o e-book não esteja à venda, nunca é bom publicá-lo inteiro, pois as pessoas podem não ser levadas ao seu site. Mesmo que você coloque links para o seu site, é sempre bom deixar alguma informação guardada, senão as pessoas não deixarão seus e-mails em troca destas informações.
  4. Publique posts nas redes sociais, falando sobre o seu e-book, com um link para o seu site. Adote estratégias diferentes para cada uma delas. Crie imagens com frases de impacto para que agucem a curiosidade dos prospects. Assim, você tem mais chances de que conseguir o efeito multiplicador característico das redes sociais.
  5. Faça um vídeo. Mostre algo interessante sobre o seu produto ou serviço e publique-o no youtube, “embedando-o” no seu site. Divulgue o link para o seu mailing e também nas redes sociais. O LinkedIn também pode ser uma ferramenta interessante para divulgação do vídeo.
  6. Você também pode fazer um audiolivro. E aí não precisa gastar contratando um especialista: grave-o você mesmo ou peça ajuda a algum amigo ou parente que tenha boa dicção. Audiolivros são ótimos para pessoas mais auditivas (e menos visuais e cinestésicas), além de poderem ser ouvidos em qualquer lugar.
  7. Avalie se vale a pena investir dinheiro também, não apenas tempo e criatividade. Faça testes para ver o que funciona melhor, divida um pouco do seu budget entre Facebook Ads e Google Adwords, patrocinando posts ou promovendo anúncios. Segmente para atingir o seu público-alvo. Meça os resultados. Sempre. Compare-os. Armazene-os. O melhor jeito de aprender é medir e comparar, tentando aperfeiçoar as técnicas que geram os melhores resultados e abandonando aquelas que não foram eficazes.
  8. Promova um webinar com o autor do e-book ou com algum fundador/sócio da empresa. Escolha a pessoa que conhecer melhor o produto/serviço. Se for alguém avesso a aparições na mídia (algo que não combina com o mundo startup), esta pessoa deve treinar bastante antes de se aventurar num webinar ou deve ser considerada a possibilidade de ser substituída por uma pessoa mais adequada.
  9. Peça ajuda na divulgação: aos seus funcionários, aos seus amigos… Enfim, as pessoas mais próximas são as que sempre ajudam nessas horas e, com o aval delas, o seu e-book pode se espalhar mais rapidamente pelo mundinho virtual.