Como a IoT na educação está mudando a maneira como aprendemos

Avatar

Por Júnior Borneli

2 de março de 2017 às 15:17 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Internet das Coisas –  a conexão de dispositivos à internet, está transformando várias áreas de nossa vida cotidiana. E embora possa não parecer uma aplicação óbvia da IoT, a educação está nessa lista.

A Internet enraizou-se profundamente em nossas escolas, e o e-learning tornou-se uma prática comum no sistema escolar. Mas as aplicações de IoT na educação são numerosas, e as implicações para uma grande inovação são tremendas.

A ascensão da tecnologia móvel e o IoT permitem que as escolas melhorem a segurança de seus campi, mantenham-se a par de recursos chaves, e reforcem o acesso à informação. Os professores podem até usar essa tecnologia para criar “planos de aula inteligentes”, ao invés do tradicional plano padrão.

Abaixo, compilamos alguns insights sobre a utilização de IoT no ensino superior, o futuro da Internet na educação e exemplos de empresas que estão usando IoT para entrar no espaço educacional.

Vamos falar muito sobre inovação no setor educacional durante o Edtech Class, maior evento sobre tecnologias para o setor educacional já feito no Brasil.

IoT no Ensino Superior

Estudantes, particularmente na faculdade, estão cada vez mais afastando-se de livros em papel para tablets e laptops. Com todas as informações necessárias na ponta dos dedos, os alunos podem agora aprender no seu próprio ritmo e ter uma experiência educacional quase idêntica em suas casas e na sala de aula.

E, embora esta tendência oferece maior comodidade para os alunos, também torna o processo de ensino mais eficiente para os professores. O aumento da tecnologia conectada significa que os instrutores não precisam testar manualmente os testes em papel ou executar outras tarefas rotineiras.

Futuro da Internet na Educação

Até 2015, 73% de todos os adolescentes americanos tinham acesso a um smartphone, de acordo com Capterra. Quase 100% de todas as escolas públicas dos EUA têm acesso à Internet. E 70% dos alunos do ensino médio e 75% dos alunos do ensino médio usam laptops para fins educacionais.

Com essa base construída, é fácil ver como a Internet das Coisas está pronta para transformar radicalmente a educação como a conhecemos. A Capterra aponta que 69% dos alunos querem usar seus dispositivos móveis com mais frequência na sala de aula, e a maioria deles quer usá-los para automatizar tarefas que já fazem agora, como a tomada de notas, a verificação de horários e a pesquisa.

Exemplos de empresas no IOT para Espaço Educação

O principal exemplo de uma empresa de tecnologia que invadiu escolas é a SMART, que foi pioneira no primeiro whiteboard interativo do mundo em 1991. As placas SMART mudaram a forma como professores e alunos interagiam na sala de aula ao afastar as lições dos quadros empoeirados que dominaram a educação por décadas.

Mas a SMART está longe de ser a única empresa a afundar seus ganchos no sistema escolar. IPEVO também fabricou um quadro interativo sem fio que serve como uma alternativa para a placa SMART, observa o Huffington Post.

Já a Ideapaint, está desenvolvendo um aplicativo chamado Bounce com o objetivo de trazer mais da experiência educacional on-line.

E a IBM anunciou que irá investir US $ 3 bilhões no IoT nos próximos anos, e uma parcela significativa desse dinheiro será direcionada à educação.