Inteligência artificial, startups e inovações na educação: confira o que rolou no Edtech Class

Avatar

Por Isabela Borrelli

4 de abril de 2017 às 14:59 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Na quinta-feira passada, o StartSe realizou, em parceria com a Affero Lab, o Edtech Class, evento que reuniu empresários, educadores, instituições educacionais e interessados no tema com o objetivo de discutir as inovações para a educação, assim como os últimos lançamentos tecnológicos da área.

Abrindo o dia, Pedro Englert, sócio e CEO do StartSe, comentou sobre como as startups têm  capacidade de derrubar grandes corporações, assim como ideias disruptivas acabam com tradições. Na educação não é diferente e Conrado Schlochauer, cofundador e diretor da Affero Lab, deixou isso claro, mencionando métodos como a personificação da educação e a Big Data podem revolucionar o mercado.

Márcia Cláudia Amaro,  por sua vez, fundadora da Rhyzos, empresa focada em repensar a escola, contou sobre métodos de ensino do mundo inteiro, que conheceu por meio de uma volta ao mundo que fez durante um ano.

Já Caio Dib, fundador do Caindo no Brasil, agência de notícias especializada em educação, falou sobre as possibilidades de inovar na educação sem necessariamente usar tecnologia. Um exemplo que ele deu foi o de mudar a forma de ensino para um método mais ativo ao invés de passivo, procurando empoderar alunos.

Um dos pontos altos do dia foi a presença do humanoide NAO, capaz de dançar, cantar, andar e conversar. Seu grau de complexidade é alto, fazendo com que ele possa ser utilizado no auxílio do ensino de crianças, jovens e adultos.

O NAO também esteve presente no sábado, durante o Silicon Valley Conference, maior evento já realizado pelo StartSe, que reuniu tudo que há de mais novo no polo de inovação mais reconhecido do mundo.

Outras personalidades como Paula Bellizia, CEO da Microsoft no Brasil, e Gustavo Caetano, CEO da Sambatech, discutiram a importância da união entre grandes corporações e startups para manter a cultura da inovação sempre presente.

Alternativas como a Udacity, uma universidade online com foco em cursos de programação e tecnologia, o Qrânio, aplicativo que foca em ensinar por meio de jogos, e o Beenoculus, startup focada em unir realidade virtual e educação, foram apresentadas ao longo do dia junto com várias outras novidades.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]