Como eu posso saber qual é a dor do meu (futuro) cliente?

Avatar

Por André Macedo

20 de dezembro de 2016 às 12:12 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Tenha clareza do problema a ser resolvido com sua solução antes de se jogar no ecossistema empreendedor

Se você quer abrir um negócio próprio precisa, desde o início, saber o que seu o seu cliente quer. Mas isso é mais difícil do que parece. Muitas vezes, pessoas com muita experiência em uma área acham que já conhecem o mercado e lançam produtos ou serviços baseados apenas em experiência pessoal. Isso até pode dar certo, mas a chance de fracasso é grande. A boa notícia é que existem métodos que ajudam a evitar este tipo de fracasso.

Antes de lançar seu produto no mercado, é fundamental saber como o cliente resolve seu problema hoje. Você pode até ter uma ideia genial que realmente resolva um problema de uma forma inovadora. Mas, se a forma atual de resolver o problema já atende bem seus potenciais clientes, sua ideia não terá valor.

Vamos a um exemplo simples. Suponhamos que você tenha criado uma palmilha que se adapta a qualquer tipo de tênis e o deixa mais confortável para quem tem problemas ortopédicos. A princípio, parece uma excelente ideia. Mas, ao pesquisar um pouco o mercado, você percebe que quem tem problemas ortopédicos já compra o tênis com a palmilha adequada a um preço razoável. Ainda em sua fase de pesquisa, você percebe que esses clientes estão satisfeitos com a solução atual e não dariam tanto valor assim a uma palmilha personalizada. A ideia da palmilha não parece mais tão promissora.

Este exemplo básico apenas ilustra a necessidade de responder duas perguntas:

  • Como meu cliente resolve esse problema/essa dor hoje?
  • A solução que quero oferecer resolve esse problema/essa dor de uma forma melhor?

Se as respostas forem sim, você está no caminho certo para dar o pontapé inicial em sua carreira empreendedora. Porém, para chegar a essas respostas, o único caminho é realmente falar com o cliente e tentar extrair da forma mais precisa possível seus hábitos de consumo.

Esse processo não é tão simples. Não basta perguntar “como você resolve esse problema  hoje?”, ou “você acharia interessante ter uma solução que resolvesse isso de uma outra forma?”. Todos nós queremos soluções mais práticas e baratas para resolver os problemas do dia a dia. Perguntas muito vagas não ajudam a chegar a uma conclusão.

A boa notícia é que existem algumas técnicas de abordagem que ajudam a extrair este tipo de informação de forma mais precisa. Para mais informações sobre este assunto, sugiro a leitura de meu artigo sobre a técnica de storytelling. Com essa metodologia, você pode obter informações detalhadas e planejar melhor seu produto. Com essas informações claras, sua chance de ter sucesso em seu projeto será muito maior.

Um abraço e boas festas!

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]