Cinco grandes de tecnologia já valem US$ 2,1 trilhões

Facebook, Amazon, Alphabet, Apple e Microsoft formam o quinteto de ferro

Avatar

Por Da Redação

23 de outubro de 2015 às 11:59 - Atualizado há 4 anos

As cinco maiores empresas de tecnologia do mundo estão próximas de valerem, juntas, US$ 2 trilhões. Três delas estão vendo suas ações explodirem nesta sexta-feira (23) nas bolsas de valores após apresentarem resultados muito bons: Alphabet, ex-Google, Amazon e Microsoft. Facebook e Apple, que completam o quinteto, ainda deverão mostrar seus resultados.

Alphabet
Com a alta de 8,5% das ações, a Alphabet agora vale aproximadamente US$ 486 bilhões. A empresa reportou lucro líquido de US$ 3,98 bilhões em receitas de US$ 18,68 bilhões – impulsionada por um crescimento de 23% dos cliques em links pagos.

A empresa também anunciou alguns números interessantes: a empresa tem 6 serviços com mais de 1 bilhão de usuários, além de um caixa de US$ 72,7 bilhões – o suficiente para comprar Yahoo e Netflix. Juntas. A empresa também deverá recomprar US$ 5 bilhões em ações. 

Leia também:

Google toma medida agressiva para roubar clientes da Microsoft

Funcionário do Google mora em um caminhão estacionado na sede da empresa

Google paga recompensa a homem que conseguiu comprar o Google.com

Amazon
A companhia também surpreendeu e vê suas ações pularem 6,5%, alcançando valor de mercado de US$ 280 bilhões. Novamente, a empresa apresentou lucro – algo extremamente inusitado para a companhia de Seattle. Foram US$ 79 milhões, impulsionado graças ao crescimento de sua divisão de computação em nuvem. 

A empresa viu a Amazon Web Services apresentar receitas de US$ 2,09 bilhões, alta expressiva frente o US$ 1,17 bilhão de um ano atrás – com lucro de US$ 521 milhões. A Amazon estima que talvez a AWS supere o negócio tradicional de varejo, que teve receitas trimestrais de US$ 25,4 bilhões. Jeff Bezos deverá fechar o dia como o 5º homem mais rico do mundo, ganhando mais de US$ 4 bilhões.

Leia também:

Artilharia pesada: Amazon ataca com arma que Netflix “jurou nunca usar”

Jeff Bezos se desfaz de 1 milhão de ações da Amazon e recebe US$ 532 milhões

Quem disse que as empresas precisam ser lucrativas?

Microsoft
A alta das ações da Microsoft neste início de pregão é de 5%, alcançando US$ 50,42 – o maior patamar desde a bolha de 2000, que garante que a empresa valha US$ 424 bilhões. As novas estratégias da Microsoft, que vem focando mais no negócio de nuvem do que na venda de software, parecem estar dando certo.

As receitas da empresa foram de US$ 20,38 bilhões – queda de 12% – mas o lucro cresceu de US$ 4,54 bilhões em período similar de 2014 para US$ 4,62 bilhões. A empresa aposta no crescimento do ecossistema Windows 10 e o CEO Satya Nadella destaca que a empresa está fazendo “forte progresso em todas as nossas três grandes ambições”.

Leia também:

Microsoft deve passar a usar versão modificada do Android em seus smartphones

CEO da Microsoft paga US$ 7,8 milhões para contratar nova funcionária

Caiu na net: comercial vazado mostra a função do Windows 10 que muda tudo

Facebook e Apple
As outras duas grandes empresas de tecnologia ainda não anunciaram seus resultados. Facebook deverá fazê-lo no dia 4 de novembro, o que será determinante para o desempenho da empresa, que vale US$ 282,8 bilhões atualmente.

A rainha continua sendo a Apple, que reportará os resultados no dia 27 de outubro. A empresa tem valor de mercado de US$ 674,8 bilhões – o que faz com que as cinco grandes, juntas, tenham valor de mercado de US$ 2,1 trilhão.

Leia também:

Google e Apple se preocupem: Facebook diz que Messenger só está 1% pronto

9 coisas que o Facebook Messenger faz e você talvez não saiba

Zuckerberg conta que sugestão de Steve Jobs moldou Facebook como é hoje

Facebook do Neymar vale US$ 9 bilhões e empreendedor diz que pode ganhar com ele

Carro da Apple pode ser um grande salto… para os anos 70

Apple pode desistir de um dos ícones do iPhone