“Chamamos a Apple de ‘cemitério da Tesla'”, conta Musk

Avatar

Por Júlia Miozzo

9 de outubro de 2015 às 15:11 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Elon Musk, CEO da montadora de carros elétricos Tesla, comentou que não pensa muito no plano da Apple de construir um carro elétrico. Em entrevista ao jornal alemão Handelsblatt, ele contou que a empresa norte-americana contratou as pessoas que foram demitidas da Tesla.

“Nós sempre chamamos a Apple, de brincadeira, de ‘cemitério da Tesla’. Se você não consegue na Tesla, você vai trabalhar na Apple. Não estou brincando”, disse Musk.

Sobre o conceito de a Apple construir um carro, qualquer que seja, ele contou que é o próximo passo “lógico” da empresa – mas não considera uma ameaça para a Tesla. “Você já viu o Apple Watch? Não, sério: é bom que a Apple esteja mudando e investindo nesta direção, mas carros são muito complexos quando comparados com celulares ou relógios inteligentes”, disse.

No ano passado, Musk confirmou que as empresas estavam em possíveis conversas de aquisição, mas que não rendeu em nada. Por outro lado, no início de 2015, ele também comentou que era ótimo que a Apple entrasse no negócio de carros, e também ressaltou que nenhum engenheiro da Tesla iria para a Apple – o que não é mais o caso.