CEO da Microsoft paga US$ 7,8 milhões para contratar nova funcionária

Da Redação

Por Da Redação

20 de outubro de 2015 às 12:21 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O CEO da Microsoft, Satya Nadella, abriu a carteira com sua primeira grande contração: Peggy Johnson, que entra na empresa como vice-presidente de desenvolvimento de negócios. A nova funcionária da fabricante do Windows e do Office recebeu um pacote de bônus de US$ 7,8 milhões só para assinar com a empresa. 

Peggy trabalhou por 24 anos na Qualcomm e receberá em 2015 uma quantia de US$ 14,53 milhões, mostra um balancete da gigante de tecnologia. Isso a faz a segunda pessoa com a maior remuneração na Microsoft, atrás apenas do próprio Nadella – mas superando Kevin Turner, que recebeu remuneração de US$ 12,2 milhões. 

Contudo, a remuneração de Peggy não é inteira feita em dinheiro, e sim um misto com ações. Portanto, ela não vai poder juntar todo o seu dinheiro até receber o último pacote de ações, em 2018.