CEO da Microsoft paga US$ 7,8 milhões para contratar nova funcionária

Da Redação

Por Da Redação

20 de outubro de 2015 às 12:21 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O CEO da Microsoft, Satya Nadella, abriu a carteira com sua primeira grande contração: Peggy Johnson, que entra na empresa como vice-presidente de desenvolvimento de negócios. A nova funcionária da fabricante do Windows e do Office recebeu um pacote de bônus de US$ 7,8 milhões só para assinar com a empresa. 

Peggy trabalhou por 24 anos na Qualcomm e receberá em 2015 uma quantia de US$ 14,53 milhões, mostra um balancete da gigante de tecnologia. Isso a faz a segunda pessoa com a maior remuneração na Microsoft, atrás apenas do próprio Nadella – mas superando Kevin Turner, que recebeu remuneração de US$ 12,2 milhões. 

Contudo, a remuneração de Peggy não é inteira feita em dinheiro, e sim um misto com ações. Portanto, ela não vai poder juntar todo o seu dinheiro até receber o último pacote de ações, em 2018.