CargoX constrói sua cultura baseada em Google e Ambev

Avatar

Por Lucas Bicudo

17 de novembro de 2016 às 12:58 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Equilíbrio entre ambiente de trabalho e análise de resultados é a base da gestão das maiores empresas do mundo. Levar em conta essas duas variáveis ajuda na motivação e engajamento de colaboradores, o que reflete diretamente nos números alcançados por cada companhia.

É baseada nessa linha de atuação que segue a CargoX – transportadora que opera conectada, em tempo real, uma rede de mais de 100 mil caminhoneiros autônomos. A empresa tem como exemplo a Ambev e o Google, duas multinacionais com linhas internas distintas, mas que dentro da startup, seguem juntas, se mostrando eficiente e positivas.

Como o Google, a CargoX possui um ambiente diferenciado, que promove a integração e que privilegia as qualificações individuais de cada colaborador.

“Nós queremos que nossos funcionários tenham o prazer e o desejo de levantar de suas camas e vir para a empresa, buscamos mostrar que todos eles são donos dela de alguma forma, assim dividimos o espaço físico, demandas, soluções, glórias e responsabilidades de forma igual” declara Federico Vega, CEO da startup.

Segundo o executivo, diferente de outras empresas brasileiras de tecnologia, a companhia reforça que a visão precisa ser aplicada de forma real, pois qualquer contradição entre o discurso e as ações afeta de forma negativa a equipe.

“A clareza precisa ser um dos pilares, não podem existir divergências dentro de toda essa atuação. Precisa deixar claro que ambiente de trabalho é um diferencial, mas que não deixamos de ser uma empresa em busca de resultados” detalha.

A outra cultura é oriunda da Ambev e começou a ser implantada após a contratação de profissionais que tiveram passagens pela cervejaria. É o caso de Ricardo Feferbaum, que alcançou o posto de gerente de processo de vendas na antiga empresa e, atualmente, é diretor comercial dentro da CargoX.

Ricardo explica que a companhia segue a análise detalhada do máximo de indicadores possível, eles acreditam que nenhuma informação deve ser trabalhada de forma isolada, pois todas têm uma correlação. Desta forma devem ser analisadas dentro de um contexto que abrange o momento da empresa, do mercado e até o profissional em si.

“Buscamos sempre conectar aquilo que os números apresentam, eles possuem sua importância dentro de nosso ecossistema, igual nossos colaboradores, onde cada um com sua individualidade é acolhido para render o máximo” descreve.

Outro ponto de destaque são os pilares “gente, sonho e cultura”, utilizados dentro da Ambev e replicado na empresa de tecnologia. Eles têm como definição, respectivamente, a contratação de talentos e valorização de profissionais qualificados, definição do objetivo principal da companhia e uma linha de atuação interna estabelecida.

Para o diretor, a análise dos dados precisa caminhar junto com a agilidade na tomada de decisões e mudanças de rotas, já que dentro do ambiente de uma empresa de tecnologia as novidades surgem constantemente.

“Esses diversos pontos compõem a nossa empresa, nós tentamos buscar o melhor dos dois mundos, mesclando o dinamismo de empresa inovadora e disruptiva com o alcance de resultados de uma empresa mais tradicional e consolidada. Acreditamos que essa estratégia nos dá força e amplia nossas possibilidades de crescimento” conclui.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]