Bzplan investe R$ 3 milhões na startup mobLee

Avatar

Por Lucas Bicudo

19 de abril de 2017 às 19:17 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Gestora de fundos Bzplan acaba de anunciar investimento de R$ 3 milhões na mobLee.

A startup centraliza todas as informações de eventos, que antes eram distribuídas de maneira manual (por meio de flyers e catálogos), em aplicativos para dispositivos móveis. A ideia permite que organizadores de eventos se comuniquem com os participantes, entreguem mais valor aos patrocinadores e potencializem as oportunidades de networking

“O aporte vem no momento ideal de maturidade da empresa e do produto, já estávamos sentindo há algum tempo que estava na hora de acelerar. Só chegamos até aqui graças ao foco em produto, pesquisa e desenvolvimento. Então, não poderíamos deixar de fortalecer também as áreas de design e engenharia, para agregar mais valor aos clientes atuais e potenciais negócios”, explica o CEO André Rodrigues.

A startup tem na carteira clientes como a Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), Endeavor Brasil, BM&FBovespa e Sebrae. A mobLee registrou um crescimento de 121% no número de eventos que utilizou sua plataforma em 2016.

De acordo com Marcelo Wolowski, sócio da Bzplan, um dos motivos que levou a gestora a investir na mobLee é o fato de a startup estar caminhando para tornar-se também uma geradora de oportunidades no marketing offline. “Nós enxergamos que o mercado dos investimentos no marketing offline vem decrescendo. Isso porque não é possível saber qual é o seu retorno real. A mobLee pretende mensurar esses investimentos e o retorno de cada um deles”.

Ser uma gestora de empreendedores para empreendedores é um dos grandes diferenciais da Bzplan em relação aos demais fundos de venture capital do Brasil. O fundo ganhou destaque com a operação de saída de uma das empresas em que investiu: a Axado, startup de gestão de fretes, que foi vendida ao Mercado Livre por R$ 26 milhões – retorno de 426% ao fundo.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]