BNDES está promovendo iniciativas intraempreendedoras entre funcionários

Avatar

Por Isabella Marques

7 de dezembro de 2017 às 13:32 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Semana passada tive o prazer de conversar com a Vanessa Almeida e a Suzana Maranhão, estimadas colegas que vieram para o Vale em Junho deste ano. Elas trabalham na área de tecnologia da informação do BNDES.

Motivadas pela visita ao Vale elas voltaram ao Brasil determinadas a compartilhar o conhecimento e o mindset aprendido por aqui. Fizeram uma apresentação interna pra equipe sobre o Vale do Silício, incentivando as iniciativas de empreendedorismo e inovação do BNDES que estavam em curso.
Em seguida, no BNDES, elas participaram do primeiro concurso corporativo de ideias nomeado como IdeiaLab, onde todos do time da empresa foram incentivados a apresentar ideias nas categorias novos produtos, eficiência operacional e diálogo com a sociedade.
Durante um mês inteiro mais de 300 ideias foram apresentadas coletiva e individualmente e votadas pelo próprio time. As 10 ideias finalistas fizeram um pitch que resultou na vitória das 2 campeãs. Entre mais de 400 autores de ideias e 2.000 votantes, duas das ideias fornecidas por Vanessa e Suzana ficaram entre as 10 finalistas e 1 delas foi campeã. Os 2 grupos vencedores estão comprometidos a começar a execução do projeto em dezembro de 2017.
Na ideia selecionada elas pensam em implementar a tecnologia do blockchain no banco, com o foco de assegurar segurança e transparência nas transações, o que seria de interesse público. O BNDES vem promovendo ações de suporte à inovação, como o Innovation Day, evento focado em trazer palestrantes especialistas em inovação na área financeira e um hackaton interno sobre tecnologias móveis.
Elas acreditam, assim como o banco, que estagnar e não correr atrás de se modernizar pode provocar grandes prejuízos a longo prazo. Ambicionam agora ir à frente das tendências e criar uma vantagem competitiva.
A maior lição que elas levaram do Vale foi a de colaboração! Colaborar é fundamental. Após apresentarem suas ideias para os outros foi possível melhorá-las através de feedbacks de outras perspectivas. É dessa forma que se valida um MVP otimizando a ideia ao máximo potencial – seja no Vale, no Brasil ou em qualquer lugar.

   

Faça como Vanessa e Suzana e venha você também pro Vale do Silício.