As vendas de MacBooks não estão indo bem e a Apple pode lançar um novo modelo para salvar

Avatar

Por Lucas Bicudo

13 de julho de 2016 às 10:14 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A linha atual de computadores Mac não está indo bem nas vendas e a Apple precisa urgentemente lançar um novo modelo para mudar essa situação.

Por anos, os desktops e notebooks da empresa se destoaram do resto do mercado, composto basicamente da base de computadores Windows, que caíam ano após ano.

Mas os tempos mudaram. Em comparação ao ano passado, as vendas desses produtos caíram de 5 a 8% em relação ao segundo trimestre do ano passado, de acordo com o IDC Gartner.

Claro, todo o mercado está contraído. Mas a questão é que a Apple pode nem mais conseguir configurar entre as primeiras posições na briga pelo topo desse mercado. De acordo com a estimativa do IDC, enquanto a maior queda de entregas da Apple registada foi de 8,3%, a do resto do mercado foi de no máximo 4,5%.

A Apple teve de engolir a Asus passar à sua frente e configurar entre as três primeiras, em termos de entregas de computadores.

Uma das razões pela qual essa linha de Mac não está vendendo tão bem é que ela já não é uma novidade tão grande assim e ainda custa muito dinheiro. A Apple não atualiza seus MacBook Pros e MacBook Airs há mais de um ano.

E mais. Nenhum modelo foi completamente redesenhado ou disruptivo nos últimos anos. A última vez que a aparência física do MacBook Air mudou foi há 6 anos, em 2010; o Pro possui a mesma cara desde 2012; e a maioria dos desktops também não receberam nenhum tipo de atualização.

Para ser justo, a Apple possui um novo modelo de MacBook mais leve e fino, mas ele também não ajuda muito quando você percebe que ele possui apenas uma entrada USB.

É seguro assumir que a Apple está observando de perto esse declínio e já está preparando a casinha para mudar a situação. Embora o iPhone seja largamente o core da companhia e o Mac hoje um coadjuvante, estamos falando de sua linha de produtos mais antiga. Fora que ainda é inegável a presença gigantesca desses aparelhos entre profissionais de linguagem de computação.

Existem alguns rumores que colocam sorrisos em entusiastas sobre uma nova linha de MacBook Pros, que revigoraria o interesse do público na linha de notebooks da marca. A previsão de Ming-Chi Kuo, uma fonte confiável quando falamos de Apple, é que os novos modelos seriam lançados no fim desse ano.

(via Business Insider)

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]