Arquitetos ou Engenheiros: quem está ‘projetando’ o Futuro da Construção?

Victor Hugo Bin

Por Victor Hugo Bin

20 de fevereiro de 2019 às 11:54 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Desde a faculdade, a rixa entre arquitetos e engenheiros é tão antiga quanto o nascimento da construção civil.

Os arquitetos são responsáveis por tornar espaços e ambientes mais agradáveis e criar a melhor uma experiência melhor das pessoas com as construções, e integrá-las melhor com o ambiente onde são construídos.

Já os engenheiros são os responsáveis pelos cálculos, por tirar o projeto do papel e muitas vezes o resultado final sofre algumas modificações das inicialmente imaginadas pelo arquiteto.

Talvez a melhor definição sobre como essas duas áreas interagem é o “na prática, a teoria é outra”.

Mas ambos (o criativo e o executor) são os responsáveis por tornarem a Construção Civil um dos maiores (e mais lucrativos) setores do Brasil.

Nos últimos 5 anos, a Construção Civil como um todo sofreu com a Crise Econômica. E os dois lados foram impactados com isso.

O setor encolheu, as construções (e reformas) diminuíram, e os dois lados tiveram que criar soluções criativas para sobreviverem em meio à crise fez o setor perder milhões de reais em poucos anos.

Viva Decora

A startup do grupo VivaReal já possui mais de 8 milhões de acessos/mês em seu site oficial.

Ela nasceu para fornecer de maneira unificada conteúdos que reúnam as melhores ideias de decoração, arquitetura e design de interiores. Através de artigos e galeria de fotos dando insights para as pessoas transformarem seus lares em um ambiente mais especial e aconchegante.

O site é gratuito, e apesar do foco ser criar um ambiente no qual o consumidor encontre referências para reformar seus lares, o Diego Simon, cofundador da startup conta que ele também é essencial para profissionais de arquitetura:

“ Oferecemos uma ótima oportunidade de visibilidade, com exposição gratuita de perfil profissional e portfólio de projetos, colaborando para uma gestão adequada da presença digital deles.”

OFCDesk

A empresa é especializada em soluções via tecnologias CAD e BIM (Building Information Modeling) direcionado a profissionais de arquitetura, design de interiores, engenharia, lojistas e fabricantes da indústria.]

O BIM é responsável pela criação de projetos relacionados à construção civil de forma 100% digital. Com ele você cria o projeto, calcula:

  • Todos os gastos em cada fase do projeto;
  • Número de profissionais necessários;
  • Cronograma da obra;
  • Gastos totais com material;
  • Como ficaria a obra depois de pronta e fazer várias alterações para chegar ao melhor resultado final;

Tudo isso online, assim todas as áreas envolvidas terão as mesmas informações do projeto, quando e como cada uma vai atuar.

E o mais importante: um resultado final que seja bom para todos, sem retrabalho ou gastos desnecessários se fosse feito de outra forma.

NetResíduos

A empresa criou um software para Gerenciar Resíduos da Construção Civil. Ela gerencia mais de 160 mil metros cúbicos de resíduos em obras e indústrias em todo o Brasil.

Garantindo agilidade, segurança de dados e armazenamento de informações via nuvem. A startup possui uma rede credenciada de transporte dos resíduos, e mais de 100 áreas receptoras para alocar os resíduos de forma segura e sustentável.

Assim é possível construtoras e escritórios de arquitetura ficar em dia com as exigências legais e melhorar continuamente os processos produtivos.

Em poucos cliques qualquer profissional tem acesso aos dados armazenados em nuvem, sem necessidade de instalação de aplicativo (você só precisa acessar a internet) e todas as informações estarão a poucos cliques de distância.

Inside Places

Inside Places é especializada no que pode ser uma das maiores revoluções tanto no setor arquitetônico quanto no da construção: o uso da Realidade Virtual (VR).

Com ela, projetos inteiros de construção e arquitetura podem ser mostradas a clientes em uma plataforma em 360 graus. Você pode ver como ficará seu apartamento, prédio ou escritório (decorado, inclusive) antes da obra ser finalizada.

A tecnologia possibilita que custos com materiais impressos e construção de ambientes decorados cheguem praticamente a zero.

A apresentação ao cliente pode ser feita de qualquer lugar, desde pontos de venda, showrooms ou até mesmo na casa do cliente.

A Inside Places também oferece em VR a criação de maquetes interativas, os clientes podem interagir diretamente com o ambiente decorado de forma imersiva e realista.

As oportunidades são grandes para os dois lados

Essas foram apenas 4 exemplos das mais de 350 construtechs atuantes no Brasil dispostos a tirar o mercado da construção civil e arquitetura da crise.

Ainda tem bastante espaço para novas startups surgirem e grandes empresas utilizarem as soluções que elas criaram para reinventar e modernizar seus negócios.

A McKinsey divulgou um gráfico que mostra 22 grandes mercados e o nível de soluções digitais que cada um possui nos últimos anos.

A construção está entre os piores setores (perdendo apenas para a agricultura).

Agora cabe aos profissionais interpretar  isso como um problema ou como a maior oportunidade de crescimento do setor em muitos anos.

Quem estiver mais preparado tecnologicamente hoje serão as que mais vão lucrar e crescer com essas oportunidades na próxima década.

Se você é profissional de engenharia ou arquitetura, e acredita que soluções como a dessas startups são importantes para modernizar seus mercados.

O melhor lugar para conhecer essa “nova era” das construtechs é no Construtech Conference, da StartSe, onde quase 2 mil profissionais, empresas e startups vão se reunir para discutir essas novas oportunidades e mostrar o impacto das novas tecnologias no mercado.

Para se inscrever, acesse o site oficial do evento e garanta seu ingresso antes que acabe.