Apple pode estar trabalhando em uma versão mais segura do iPhone

Com a briga da empresa com o FBI, a vulnerabilidade do smartphone ficou exposta

Avatar

Por Júlia Miozzo

25 de fevereiro de 2016 às 16:35 - Atualizado há 4 anos

Com a briga entre o FBI e a Apple para que a empresa desenvolva um sistema que permita que a agência de investigação invada um iPhone para investigar um terrorista, o objetivo da Apple se tornou criar uma nova versão do dispositivo que nem a própria fabricante possa hackear.

Segundo uma publicação do CNN Money, a expectativa é que esse novo dispositivo esteja pronto nos próximos meses, e esperam poder adicionar essa segurança “extra” na próxima versão do sistema operacional da Apple e no próximo modelo do iPhone.

Por conta da investigação do tiroteio em San Bernardino, nos EUA, que resultou na morte de 14 pessoas, o FBI está pedindo que a empresa faça uma versão mais fraca de seu software – o que, segundo a Apple, poderia ter muitas implicações negativas. A agência, então, pediu à empresa que ela injetasse os códigos no iPhone 5C do atirador, possibilitando que ele seja invadido.

Isso mostra uma possível real vulnerabilidade do iPhone quando se fala de segurança e privacidade – e por isso que a Apple está correndo atrás de torna-lo impossível de ser investigado.

Sem confirmação
A empresa não comentou sobre esse trabalho de tornar o iPhone mais seguro, mas um porta-voz afirmou que a Apple constantemente melhora a segurança de seus serviços e dispositivos.

Agora assista: