Apple pode comprar dona do HBO e Warner Bros para competir com Netflix

Da Redação

Por Da Redação

13 de janeiro de 2016 às 15:59 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Que a Apple quer “transformar a televisão”, todo mundo sabe. Tim Cook já falou sobre isso diversas vezes. Agora, uma oportunidade apareceu: a compra da Time Warner, dona da rede HBO e da Warner Bros, mostra o New York Post

A Time Warner é alvo de fortes rumores de venda nos Estados Unidos, por conta da pressão de alguns investidores da companhia em vender a companhia ou parte dela para outra empresa. Além da Apple, duas outras companhias são especuladas como possíveis compradoras: a AT&T, dona da DirecTV e Fox. 

A Apple teria interesse em comprar a empresa para criar seu serviço de streaming – que já teria um forte começo, por contar com o portfólio da HBO, CNN, Turner Sports e os filmes e programas de TV da Warner Bros. Praticamente, a empresa teria uma Netflix imediatamente – ao invés de ter que desenvolver tudo isso. 

A empresa havia firmado uma parceria com a HBO para lançar o HBO Now, esse sim, um serviço de streaming que usa a Apple TV. A ideia é fazer com a televisão o que foi feito com o setor de música, através do Apple Music. 

Dinheiro não é problema para a Apple, mas se a questão virar um leilão entre os interessados, provavelmente a companhia não seguirá com seu interesse. Na mídia americana, a Fox parece ser a mais interessada na compra. 

Existe pressão também para que a Time Warner venda apenas parte de seu serviço, o HBO. Contudo, há grande relutância em que se faça alguma coisa nesta direção, já que as empresas de mídia que fizeram spin-offs tiveram grandes problemas com isso recentemente, perdendo bastante valor.