Apple larga a Amazon e fecha com a nuvem do Google

Avatar

Por Lucas Bicudo

21 de março de 2016 às 12:41 - Atualizado há 6 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Em uma grande mudança do mercado, a Apple está largando o Amazon Web Services e direcionando toda sua infraestrutura de nuvem para o controle do Google.

Originalmente reportado pelo CRN, os termos do acordo diziam que a Apple desembolsou uma quantia entre US$ 400 e US$ 600 milhões para firmar negócio com a Google Cloud Plataform.

Também foi divulgado que o acordo já havia sido firmado no fim do ano passado e, desde então, a Apple já vem se desprendendo gradualmente dos serviços da Amazon.

A opção da Apple em escolher o Google no lugar da Amazon é interessante em alguns aspectos.

Primeiro porque a relação da Apple com o Google nunca foi das melhores. Segundo porque é interessante ver a Apple se afastando do Amazon Web Services sem nenhum tipo de explicação dada. As especulações ficam em aberto.

A decisão não é percussora da Apple. Ela apenas se juntou ao time de muitas outras plataformas que estão migrando para o serviço de nuvem do Google, como o Spotify.