Apocalipse do Varejo: Magazine Luiza é uma das 7 que sobreviverão

Avatar

Por Junior Borneli

7 de agosto de 2018 às 11:31 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Segundo relatório recente publicado pelo Credit Suisse, que analisou varejistas no mundo todo, O Magazine Luiza é uma das 7 empresas capazes de sobreviver ao “Apocalipse do Varejo”, alimentado pelo crescimento infinito de players como Amazon e Alibaba.

O estudo leva em consideração uma forte tendência tecnológicas das empresas e sua capacidade de oferecer preços competitivos. Além de uma análise sobreo preço da ação e o retorno financeiro para os investidores.

O excelente trabalho feito por Frederico Trajano, que será um dos palestrantes do Varejo Tech Conference, maior evento sobre inovações no varejo já feito no Brasil.

Em 2017 a empresa cresceu impressionantes 510,5% graças à estratégia digital adotada desde o início da década, que privilegia a comunhão entre vendas online e experiencias nas lojas físicas.

A empresa resolveu de forma brilhante o conflito “online x offline” e cresce fortemente nas duas verticais, enquanto seus concorrentes ainda estudam os melhores caminhos.

O Magazine Luiza atingiu valor de mercado de R$ 20 bilhões e por esse motivo está na seleta lista das 7 empresas capazes de sobreviver às transformações do varejo mundial. As outras empresas são:

Zalando (Alemanha). JD.com (China), Home Product Center (Índia), Burlington Stores (Estados Unidos), Asos (Inglaterra), Dufry (Suíça).