Aplicativo Shazam é avaliado em US$ 1 bilhão. Carlos Slim é um dos donos

Avatar

Por Júnior Borneli

22 de janeiro de 2015 às 16:23 - Atualizado há 6 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Shazam, famoso aplicativo que identifica a música que está tocando ao redor, acaba de levantar US$ 30 milhões de dólares em um novo investimento que avalia a empresa toda em US$ 1 bilhão de dólares. É mais um caso de startup que rompe a barreira mágica do bilhão de dólares.

O nome dos novos investidores é mantido em sigilo, mas o CEO do Shazam disse à Bloomberg que os investidores desta nova rodada são “dois bilionários”, e que está correndo para fazer o IPO da empresa daqui a alguns anos.

Com mais dinheiro em caixa, a empresa vai investir focar na busca de novos mercados e vai trabalhar para adicionar outras funções à tecnologia do Shazam, que já tem mais de 100 milhões de usuários ativos em smartphones e tablets.

A America Movil, dona da Claro e controlada pelo bilionário mexicano Carlos Slim, investiu 40 milhões de dólares na Shazam em 2013 e passou a carregar o aplicativo nos seus celulares vendidos na América Latina.