Aplicativo ajuda a evitar multas na gestão de notas fiscais

Startup fundada em 2016 tem o objetivo de organizar na nuvem arquivos de notas fiscais eletrônicas, para evitar multas e autuações

Avatar

Por Lucas Bicudo

16 de novembro de 2016 às 10:00 - Atualizado há 3 anos

O objetivo dos empreendedores paulistas Alison Flores e Fábio Carapau, ao criarem a startup NFe Cloud, é auxiliar empresas na gestão de notas fiscais eletrônicas, de modo a evitar problemas de fiscalização juntos às secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz). Fundada em agosto deste ano, a empresa foi idealizada a partir de um problema sofrido por uma empresa de Flores.

“A ideia surgiu de um problema que enfrentamos em uma empresa do setor têxtil. Em uma fiscalização, nos foi solicitado arquivos de notas fiscais de um período específico. Quando fomos reunir, percebemos que os arquivos estavam inteiramente desorganizados, alocados em diversos locais diferentes”, relata. Autuado, o empreendedor teve de arcar com uma pesada multa emitida pela Sefaz. “Percebemos então que a partir daí teríamos que encontrar uma forma mais eficiente de gerir esses arquivos para evitar novas autuações”.

A solução armazena, organiza, importa e valida as Notas Fiscais Eletrônicas, utilizando tecnologia da Amazon Web Services. Seu sistema atua de forma preventiva a fim de evitar que alguma nota fique para trás ou sem assinatura digital, o que invalidaria o documento. Uma vez no sistema, a nota é autenticada e validada junto à Sefaz. Entre outras funções estão a identificação de possíveis erros de digitação nas notas, definição de valor mínimo e máximo para as NFes e emissão de alertas, caso alguma delas esteja fora dos parâmetros. O cliente também é avisado quando uma nota é faturada no CNPJ errado ou cancelada.

“Os recursos do aplicativo ajudam as companhias de pequeno porte a não dependerem somente dos contadores, ao mesmo tempo em que também auxilia esses profissionais a terem controle da contabilidade de seus clientes”, continua.

A plataforma disponibiliza os arquivos em um único lugar de forma organizada e segura nos formatos DANFe, XML, ZIP e Excel. Somado aos outros recursos, também é possível manifestar esses documentos, o que é uma obrigação fiscal para empresas.

“Existem três nichos de mercado. As maiores, que têm mais facilidade em aderir, já que possuem uma estrutura contábil organizada e querem reduzir custos. As médias, que procuram esse tipo de serviço por recomendação de seus contadores. E por fim as pequenas empresas, que muitas vezes não fazem esse controle e são mais resistentes em relação à gestão de Notas Fiscais. A tecnologia é acessível e recomendada a todas”, afirma.

A startup está crescendo cerca de 300% ao mês e a meta é atingir 20 mil clientes no primeiro ano. A partir de então, será necessário a captação de recursos para a expansão da ferramenta, inclusive para agregar novos serviços. A previsão do break-even é no primeiro trimestre de 2017.

De acordo com Flores, são cerca de 1,3 milhão de notas fiscais eletrônica emitidas todos os meses que necessitam ser armazenadas e organizadas de forma simples e pratica.

“A NFe Cloud busca se tornar nos próximos dois anos referência em soluções de armazenamento e processamento de documentos fiscais, oferecendo ao mercado inteligência de informação, segurança e confiabilidade”, conclui.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]