Anúncios no Instagram: 7 dicas para fazer uma campanha de sucesso

Avatar

Por Erica Queiroz

19 de janeiro de 2017 às 09:33 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Muitas pessoas me questionam sobre os anúncios do Instagram: como fazê-los, quais os tipos de anúncio, se são similares aos do Facebook etc. Então, vamos falar um pouco sobre o tema.

O Instagram mudou muito desde a sua criação no final de 2010. Inicialmente, só usuários da Apple tinham acesso a ele. No primeiro semestre de 2012, foi aberto ao público usuário de Android e o seu crescimento disparou. Em 2013, entraram os vídeos e, em 2015, as fotos deixaram de ser obrigatoriamente quadradas (ufa!) e, após mais de seis anos, o Instagram continua a ser uma das redes sociais mais importantes do mundo, com mais de 500 milhões de usuários.

Com isso, o Facebook, empresa proprietária do Instagram desde 2012, criou os anúncios para empresas no Instagram, muito similares aos anúncios do próprio Facebook.

Se você já utilizar o Instagram para a sua empresa, mas quiser investir em anúncios, será necessário ter uma conta no Facebook vinculada à sua conta do Instagram e mudar o perfil do Instagram para comercial. Sem a página no Facebook, você não poderá anunciar no Instagram. Caso você queira veicular anúncios no Instagram sem ter uma conta nele, apenas pela página do Facebook, isso é possível.

Para criar anúncios no Instagram, você deve utilizar as mesmas ferramentas que utiliza para criar anúncios do Facebook: a criação de anúncios, o Power Editor ou a API de anúncios do Facebook.

Dados esses esclarecimentos iniciais, seguem algumas dicas que preparei para que o seu anúncio seja bem-sucedido:

 

  1. Defina o formato adequado do anúncio

São três os formatos disponibilizados pelo Instagram: imagens, vídeos e carrossel de imagens.

As imagens são as tradicionais fotos que conhecemos. Já o carrossel é um conjunto de até quatro imagens, obrigatoriamente quadradas. Os vídeos devem possuir no máximo 60 segundos. Os formatos paisagem e quadrado estão disponíveis para imagens simples e vídeos no Instagram – somente se o anúncio for criado no Power Editor (P.E.) ou no Gerenciador de Anúncios (G.A.). Mas se você não utilizar o P.E nem o G.A., promovendo a publicação diretamente pelo Instagram, só será possível promover uma publicação que utilizar o formato quadrado.

Um fato importante a ressaltar é que o carrossel de imagens e o vídeo podem mostrar uma história, algo que fica praticamente impossível numa imagem única. Leve esse fato em consideração ao escolher qual tipo de anúncio usar.

Você também poderá pode colocar um botão de chamada para ação no seu anúncio (CTA, do inglês, call-to-action). Falarei deles adiante.

 

  1. Crie anúncios clean, bonitos e que não pareçam posts patrocinados

O que isso significa? Significa que você deve fazer um anúncio que seja similar às fotos de usuários comuns do Instagram, para não parecer que você está empurrando algum produto ou serviço a eles. O seu anúncio se destacará muito mais desta forma, do que aqueles com enormes textos ou chamadas para ação. A propósito, a regra dos 20% de texto do Facebook também vale por aqui: se mais de 20% de sua imagem for constituída de texto, o seu anúncio poderá ser rejeitado – além do fato de que as pessoas estão cansadas desse tipo de anúncio e acabam por ignorá-lo. Deixe para escrever o que for necessário somente na legenda ou na landing page que aparecerá após o clique no CTA.

 

  1. Segmente corretamente o seu público

Como no Facebook, você pode segmentar os seus anúncios quanto ao gênero, à idade, localização geográfica (muito importante!), interesses, momento da vida etc. Uma boa segmentação faz com que você obtenha um resultado otimizado para o seu anúncio, evitando o desperdício de dinheiro com um público que não é o seu alvo.

 

  1. Defina o objetivo do seu anúncio 

Há várias opções de objetivos para o seu anúncio. Eles podem ser feitos para obter mais cliques no seu site, reconhecimento de marca, instalações de um aplicativo, curtidas na página, visitas à loja, conversão no site, visualizações de vídeo… O seu objetivo deve vir ao encontro da estratégia desenvolvida no plano de marketing da sua empresa. Também é a partir desse objetivo que será desenvolvida a chamada para ação de cada anúncio.

 

  1. Siga as diretrizes de anúncios à risca

Para saber quais as diretrizes que definem se um anúncio é ou não aceitável tanto no Facebook quanto no Instagram, você deve ler as Políticas de Publicidade do Facebook. É de acordo com essas políticas que os pedidos de anúncios feitos pelos anunciantes são analisados e aprovados. Então, não perca tempo criando anúncios que firam essas políticas. Acerte de primeira e o seu anúncio será brevemente liberado para o público.

 

  1. Faça parcerias com influenciadores 

As pessoas confiam mais em mensagens de outros usuários, do que de empresas. Portanto, escolha influenciadores que têm a ver com o seu produto e faça parceria com eles para divulgar a sua marca. Um exemplo seria você pegar uma modelo fitness, para divulgar a sua marca de roupas esportivas. Existem aquelas que cobram caro, mas há outras que não são tão famosas e também têm um público cativo, fazendo com que com o seu investimento não seja necessariamente tão alto. Muitos influenciadores até fazem post do seu produto como permuta – você oferece um produto gratuitamente e o influenciador o utiliza, fazendo, na sequência, um post sobre o mesmo.

Outro modo de ampliar a visibilidade é utilizar o “share for share”. Você faz apenas uma troca: divulga ou menciona um influenciador num post na sua página e ele faz o mesmo com um post ou uma menção sua na página dele. Mas, para isso, você precisa ter um público um pouco mais relevante, pois dificilmente alguém vai trocar 100 por 10, entende? Assim, os parceiros costumam ter públicos qualitativa e quantitativamente similares. Fique antenado nos influenciadores relacionados ao seu produto/serviço.

 

  1. Crie um call-to-action vencedor

Afinal, este é o item mais importante do seu anúncio. É ele que poderá levar o potencial cliente a te oferecer o seu e-mail ou até mesmo a comprar o seu produto ou serviço. Esse CTA pode ser o download de um e-book, a inscrição num Hangout ou webinar, o acesso a um conteúdo exclusivo, o recebimento de um serviço gratuito ou com desconto etc. Mas lembre-se que nem todos os objetivos de anúncios permitem a criação de um CTA. E faça testes A/B para ver qual CTA traz melhores resultados para a sua empresa.

Se você tiver qualquer dúvida durante o processo, o Facebook disponibiliza páginas e páginas com perguntas frequentes e explicações sobre os anúncios. É só procurar que está tudo lá. Boa sorte e boas vendas!

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]