AgroTechs receberam US$ 3,23 bilhões em 2016

Junior Borneli

Por Junior Borneli

28 de agosto de 2017 às 11:11 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

As startups tecnológicas, focadas em agronegócio, receberam US$ 3,23 bilhões em investimentos durante o ano de 2016. Os dados são do TechCrunch.

As áreas que mais se destacaram foram os e-commerces de alimentos, robótica e mecanização e bioenergia. Elas concentraram cerca de 50% de todo o capital.

Dentre as áreas que mais cresceram, destacam-se a biotecnologia, softwares para gestão agrícola e Internet das Coisas.

O volume de investimentos no setor deve crescer ao final de 2017, com o amadurecimento das startups e com cada vez mais grandes corporações entrando nesse jogo, em busca de inovação.

Dados relevantes do setor serão apresentados na Agro Tech Conference, maior conferência sobre agronegócios já feito no Brasil sobre novas tecnologias para o setor.

Para saber mais sobre o Agro Tech Conference, acesse o site do programa. Garanta já a sua inscrição.