Darwin e a Seleção Natural das Empresas

A evolução acontece a partir de uma necessidade vital

0
shares

Charles Darwin, famoso pela sua teoria sobre a evolução das espécies, disse certa vez: “não são as espécies mais fortes que sobrevivem, nem as mais inteligentes, e sim as mais suscetíveis a mudanças.”

Desde muito cedo a Teoria da Evolução das Espécies, através da seleção natural, me chamou a atenção. Sempre gostei de ler a respeito e observar as características que nos trouxeram até aqui.

Mas de uns tempos pra cá, comecei enxergar uma relação muito forte entre a Teoria da Evolução e empreendedores, empresas e startups. É impossível não fazer essa referência e eu vou explicar.

No reino animal – e nas empresas - a evolução nunca acontece numa única direção. A girafa de pescoço grande, como conhecemos, não foi a única opção evolutiva. Foi a que deu certo. Dezenas de outras alternativas falharam para as girafas primitivas. Mas quando uma hipótese evolutiva se mostrou viável, a vida seguiu naquela direção.

As girafas precisavam alcançar as folhas verdes do alto das árvores nos tempos de seca. Eram as únicas que restavam. Era fator de vida ou morte. Então, o caminho viável foi a evolução do tamanho do pescoço. Para os elefantes, de maneira diferente, o que funcionou foi um crescimento desproporcional do nariz. A tromba é usada especialmente para alcançar as mesmas folhas que as girafas buscam.

Nas empresas, tudo acontece do mesmo jeito. Para dar o próximo passo, inúmeras hipóteses serão testadas e a imensa maioria vai falhar. Mas a hipótese que responder como verdadeira, guiará a companhia para um patamar acima.

Porém, assim como no caso da girafa e do elefante, empresas são organismos distintos. Nem tudo o que funciona para uma, funciona para a outra. E a validação das hipóteses é o que determina o futuro do negócio.

Posto isto, é importante perceber que a evolução não acontece por acaso. Ela surge de uma necessidade vital de mudança e adaptação. Ou seja, ela parte do forte desejo de seguir em frente.

No estágio em que estamos, com novas tecnologias surgindo o tempo todo, gerando novos modelos de negócio que até pouco tempo eram desconhecidos, a velocidade da evolução precisa ser imensa.

Nunca foi tão importante testar hipóteses. Dezenas, centenas de hipóteses até encontrar o caminho. E é a capacidade de fazer isso muito rápido que torna as startups mais adaptáveis aos novos modelos do que as empresas tradicionais.

Só que diferente do que acontece com os seres vivos, onde a evolução leva milhares e até milhões de anos, na “nova economia” ela precisa acontecer todos os dias. Afinal, mercados inteiros estão sendo disruptados 2 ou 3 vezes numa mesma década.

E, nessa velocidade, a melhor forma de evoluir é aprender com quem já deu o próximo passo. Isso diminui os esforços, reduz tempo, aumenta as chances de seguir na direção correta.

Para ajudá-lo com isso, criamos um “marco evolutivo” chamado Power Class. Um programa de mentoria, com pessoas que estão um passo à frente e querem compartilhar suas experiências.

Assim como na evolução das espécies, nem todos chegarão ao próximo nível. E o Power Class é apenas para aqueles que realmente desejam estar à frente. Para participar, é preciso se candidatar e passar por um processo seletivo tão concorrido quanto nas melhores universidades.

Rony Meisler, fundador da Reserva; Gustavo Caetano, fundador da SambaTech; e eu, Junior Borneli, fundador da StartSe, estaremos juntos com você nessa jornada de 2 dias intensos, imersos num hotel em São Paulo.

Vamos ajuda-lo a validar suas hipóteses, arrebentar as amarras evolutivas e alcançar as folhas mais altas, no topo das árvores mais altas.

Se você se sente preparado para o próximo passo, acesse o site do Power Class e impulsione a sua evolução.

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Tags

Comentários