Um relógio pode salvar a sua vida?

O monitoramento em tempo real da saúde já é realidade

0
shares

Nos Estados Unidos, uma jovem de 18 anos. Na Noruega, um homem de 65 anos. E na China, um senhor de 76 anos.

Todas essas pessoas estão vivas hoje porque estavam usando um relógio. Sim, um Apple Watch, relógio inteligente da Apple, que monitora a saúde dos usuários.

No caso da jovem de 18 anos, o relógio alertou que seus batimentos cardíacos estavam a 190 por minuto, com ritmo irregular.

No homem norueguês, o relógio emitiu mensagens para os serviços de emergência depois dele ter caído no banheiro e ficado desacordado, com batimentos cardíacos muito baixos.

Já o senhor chinês participava de uma festa, quando o relógio avisou que seus batimentos cardíacos estavam irregulares e ele imediatamente foi para um hospital.

O Apple Watch, de quarta geração, é o gadget mais eficiente para monitoramento da saúde, hoje em dia. Além das funções citadas acima, ele faz eletrocardiograma e identifica diversas disfunções cardíacas.

Obviamente ele ainda não substitui um diagnóstico feito por um médico, mas indica quando há algum tipo de problema.

Mas o que mais chama a atenção é que, de fato, entramos na era do monitoramento individual da saúde, com avaliações em tempo real.

É incrível imaginar que estamos apenas engatinhando nessas tecnologias. O que virá adiante será espetacular! Imagine quantos dados podem ser gerados a partir da avaliação instantânea de milhões de pessoas ao redor do planeta. A medicina vai evoluir de forma exponencial!

Hoje já estão disponíveis equipamentos capazes de prever convulsões com 25 minutos de antecedência, pílulas robóticas que são ingeridas e substituem a endoscopia, sensores que monitoram a localização de pessoas com Alzheimer e muito mais.

Algumas destas soluções, inclusive, foram apresentadas no Health Tech Conference, maior evento sobre tecnologia e inovação para a área médica já feito no Brasil, e que terá uma nova edição no dia 25 de abril de 2019.

A tecnologia vai impactar diretamente os profissionais da saúde, que terão que se reinventar para continuarem competitivos no mercado de trabalho.

Muitos empregos – inclusive de médicos – não existirão mais da forma como são hoje. Inteligência artificial, robótica, realidade aumentada... tudo isso vai mudar completamente a forma como lidamos com a saúde hoje.

Acesse o site do Health Tech Conference e saiba mais sobre a revolução que se aproxima. Confira agora o site oficial da conferência.

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários