4all quer fomentar ecossistema e vai se transformar em um “Google gaúcho”

Da Redação

Por Da Redação

20 de fevereiro de 2017 às 09:38 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Talvez a mais ambiciosa das empresas digitais brasileiras seja a 4all, instalada no Rio Grande do Sul, e que, como o nome deixa transparecer, quer estar presente em todos os momentos de sua vida – se transformar uma “superplataforma”. Para isso, ela precisa de parcerias e quer fomentar o ecossistema empreendedor.

Para tal, a companhia prepara algumas iniciativas para isso. A primeira é se instalar no Parque Científico e Tecnológico da PUC, no Rio Grande do Sul, o Tecnopuc. Lá, a companhia deverá ajudar as jovens startups a crescerem. “Nossa ideia é colaborar, seja com tecnologia por meio de nossas soluções, mentoria, acesso a parceiros ou, quem sabe, com o desenvolvimento de novos negócios. Nossa presença vai nos permitir trabalhar junto com os atores do Parque para torná-lo ainda mais forte, eficiente e qualificado”, explica Thiago Ribeiro, diretor de Comunicação e Relacionamento da 4all.

Assim, a companhia transforma-se em uma espécie de “Google do Rio Grande do Sul”, lembrando do esforço das gigantes empresas de tecnologia em fortalecer ecossistema de desenvolvedores. Microsoft, Amazon, Apple e Facebook, outras gigantes, também possuem esforços assim. Esperamos que, em alguns anos, a 4all e outras brasileiras também estejam neste patamar.

A companhia deverá disponibilizar suas tecnologias para as startups que já estão instaladas no parque da PUC, onde a 4all também ocupará um espaço. Com a distribuição de suas tecnologias, poderá facilitar a vida de várias startups que não precisarão “reinventar a roda” em questões como pagamentos, carteira digital, identificação e outras tantas questões que envolvem a 4all.

O ecossistema todo sai ganhando com isso. “Queremos que nosso ecossistema seja forte. Assim seremos fortes também. Não acreditamos no conceito de concorrência e sim de complementação. Estamos focados em nos integrar com todos, queremos promover inovação e sobretudo empreendedorismo”, destaca Thiago.

Ele ainda destaca que ainda terão novas iniciativas no futuro nesta linha. “Teremos muitas novidades na sequência.  Nossa parceria com o Tecnopuc é sem duvida um marco. Estamos preparando um grande projeto que deve ser anunciados nos próximos meses”, completa o diretor da 4all.

A instituição também se mostra feliz e otimista em ter a companhia instalada ali. “A 4all agrega uma tecnologia inovadora, um mindset digital e grande potencial de sinergia com todo o ambiente”, explicou o diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki.

Não tenho duvidas de que este é um EXCELENTE momento para empreender. Para ajudar a fomentar o ecossistema empreendedor, o StartSe oferece cursos e uma plataforma de educação completa para suprir diversas necessidades dos empreendedores. Recomendamos para quem quer empreender o curso Startup de A a Z, focado nas principais dores que podem matar startups em início de trajetória.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]