Conheça as iniciativas dos grandes bancos em fintech

Os maiores bancos estão se aproximando do ecossistema de startups para aprimorar seus serviços com inovações tecnológicas

0
shares

Com o avanço das startups que estão resolvendo problemas para os brasileiros no setor financeiro, é natural que os grandes bancos tenham interesse em se aproximar e, se possível, integrar as soluções ao seu portfólio.

O Santander lançou este ano o Radar, em parceria com o Endeavor. A Caixa Econômica Federal tem em andamento o Desafio de Negócios de Impacto Social com a ONG Artemisia.

Mas os bancos que mais se destacam em aproximação com o ecossistema empreendedor são Itaú, Bradesco e Banco do Brasil, com as iniciativas listadas abaixo.

 

Banco do Brasil

Atualmente o Banco do Brasil é o banco que mais tem correntistas virtuais no país, com mais de 1 milhão de contas digitais.

Em novembro de 2016, o banco anunciou o Laboratório Avançado Banco do Brasil (LABB) no Vale do Silício, dentro da Plug and Play. O local é usado tanto para incubar projetos de inovação internos como para identificar oportunidades de investimento em startups que desenvolvam soluções de interesse da empresa.

O BB anunciou que, este ano, terá 16 projetos acelerados, sendo apenas quatro deles no Vale do Silício. Uma iniciativa acelerada no Brasil é o aplicativo de educação financeira Trato.

Há atualmente dois programas do banco em fase de testes com clientes, com ajuda de desenvolvedores e fintechs:

Open Banking

O banco é o primeiro da América Latina a lançar uma operação estruturada de open banking, por meio do Portal do Desenvolvedor. O Portal concentra os testes das API’s (Application Programming Interface) que o Banco do Brasil oferecerá aos desenvolvedores.

De acordo com Marco Mastroeni, diretor de negócios digitais, os dados dos bancos pertencem a todos, por isso foi lançado o Portal do Desenvolvedor. De mil inscritos, 10 startups foram selecionadas e farão os primeiros testes de APIs, segundo Mastroeni.

Pagar ou receber

O segundo experimento em testes pelo banco é o Pagar ou Receber. A solução funciona para facilitar as transferências entre duas ou mais contas entre clientes do Banco do Brasil.

Ao acessar o aplicativo do banco, o cliente pode gerar um QR Code com os dados de sua conta e o valor ou enviar os dados por whatsapp ou SMS. Quem escanear o código já terá acesso aos dados para fazer a transferência. Para o banco há um ganho em eficiência uma vez que o código pode reduzir o número de transações não realizadas por erro no preenchimento do cadastro.

 

Bradesco

O Bradesco também tem uma conta digital, o aplicativo Next. Ele foi lançado como uma plataforma independente do banco, com comunicação mais moderna, para disputar o público millennial com outras contas digitais disponíveis no mercado.

O banco tem ainda o InovaBra Ventures, fundo de R$ 100 milhões para investimento em inovação. Parte desse valor é investido nas startups aceleradas pelo InovaBra, programa que está na terceira edição.

Luca Cavalcanti, diretor executivo do banco, anunciou no evento Fintouch em São Paulo o programa InovaBra Internacional, que começa a partir de setembro com escritórios em Nova York e Londres. Similar ao programa nacional, ele visa buscar iniciativas interessantes ao banco em outros países.

Além disso, anunciou que o Bradesco abrirá em dezembro deste ano um coworking em São Paulo, na Bela Vista, perto da Avenida Paulista. “O Bradesco quer trazer para esse espaço investidores, mentores, clientes e empreendedores”, comentou.

Itaú

O Itaú tem no espaço de coworking Cubo, em parceria com Redpoint eventures, 56 startups residentes atualmente. O local tem oito programas de eventos segmentados, que proporcionam integração entre as startups e com empresas que podem ter interesse pelos projetos. Além disso, atualmente o banco está aceitando inscrições para o programa de open innovation Itaú Insights.

 

Saiba como fazer parte desse ecossistema

Para fazer parte do ecossistema global de fintechs, você pode cadastrar sua startup na MEDICI e na StartSe Base.

A MEDICI é uma base de dados que conta hoje com 7.000 empresas de todo o mundo. Ela pertence à Let’s Talk Payments (LTP), empresa global de conteúdo e pesquisas sobre fintechs.

A StartSe Base é a maior base de dados de startups do Brasil, com mais de 5.000 empresas cadastradas.

Sobre a Let’s Talk Payments (LTP)

LTP é a principal plataforma de conteúdo e pesquisas sobre fintechs no mundo. Mais de 400 instituições financeiras e 90 programas de inovação recorrem à LTP para obter informações sobre as empresas que estão disruptindo o setor financeiro.

Mariana Rodrigues é colaboradora regular da LTP, focada no mercado de fintechs do Brasil. Ela é COO da SGC Conteúdo. Para acompanhar o conteúdo produzido pela LTP no Brasil e no mundo, cadastre-se na newsletter.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários