Xtech desenvolve ferramenta para sua startup passar a aceitar bitcoin

Por meio da Pagcoin, o lojista começa a aceitar o bitcoin como forma de pagamento, porém, recebe o valor em reais em sua conta

0
shares

Visando melhorar e aperfeiçoar os serviços disponíveis no comércio eletrônico, a Xtech Commerce anuncia parceria com a Pagcoin, startup que desenvolveu o primeiro processador de pagamentos em bitcoin do Brasil. Agora, usando a solução da Xtech, você já pode aceitar Bitcoins no seu comércio online!

“Seguindo a nossa missão de oferecer ao lojista um ecossistema de soluções integrando as melhores ferramentas do mercado, estamos sempre em busca de novas tecnologias para oferecer mais agilidade, autonomia, rapidez e facilidades para o comércio eletrônico. Dessa forma, conseguimos aperfeiçoar o atendimento com os clientes com um único objetivo: aumentar a taxa de conversão das vendas das lojas”, afirma Alfredo Soares, sócio e fundador da Xtech.

Com a implantação do sistema, a empresa torna-se a primeira plataforma de e-commerce a apostar na tecnologia de pagamento inteligente. Por meio da Pagcoin, o lojista começa a aceitar o bitcoin como forma de pagamento, porém, recebe o valor em reais em sua conta corrente, sem a necessidade de ficar de posse dos bitcoin.

Além dessa facilidade, a tecnologia proporciona economia as lojas virtuais, pois a taxa por transação é de apenas 1%, com rapidez no recebimento, já que os valores ficam disponíveis para o lojista no máximo em uma hora e com mais segurança, pois todas essas transações são seguras e isentas do risco de chargebacks.

“Estamos muito satisfeitos com essa parceria, pois temos a possibilidade de apresentar as nossas soluções para todas as lojas que utilizam a plataforma da Xtech, ampliando a nossa atuação no mercado de comércio eletrônico, além de ajudar na redução de custos dos lojistas e aumento na segurança das transações financeiras”, afirma Rodrigo Garzi, CMO do Pagcoin.

Ao utilizar o pagamento com bitcoins, as lojas virtuais proporcionam uma transação mais segura também para o cliente, já que os dados bancários não serão divulgados pela rede, pois o processo é feito por meio de computadores, com trocas de dados criptografados, mantendo um registro de todas as transações efetuadas, garantindo exclusividade e segurança nas movimentações.

E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários