Accelerator Day: tudo o que os melhores empreendedores do Brasil tem para te ensinar

Confira tudo que rolou no painel de empreendedores durante a tarde do Accelerator Day

0
shares

Já deu uma olhada na dinâmica de canvas, que aconteceu na manhã do Accelerator Day, comandada pelo pessoal da ACE? Vejamos agora o que rolou durante a tarde do evento, ocupada por empreendedores que já conquistaram o Brasil, o Vale do Silício e agora miram para o mundo com suas ideias e projetos inovadores.

Veja também: hangout online grátis sobre inovação ser a chave-mãe para o sucesso de toda startup.

Após pausa para almoço, quem voltou pra sacudir a barriga cheia dos presentes foi Carlos Mira, CEO e fundador do TruckPad, eleita a melhor startup do Vale do Silício. Trata-se de uma plataforma que conecta caminhoneiros à carga, via aplicativo e geolocalização. O sistema da TruckPad localiza no mapa os motoristas que estão mais próximos do local da coleta da carga e que tenham veículos com as características procuradas.

Hoje os caminhoneiros autônomos realizam suas entregas e depois ficam em postos de gasolina ou terminais de carga procurando fretes. Isso pode levar dias de espera sem a certeza de que encontram mercadorias para voltar para a origem, sendo que muitos voltam vazios. O aplicativo localiza ao caminhoneiro quais são os fretes disponíveis em sua região e os valores que são pagos para que o motorista escolha o frete do seu interesse. Não há custo nenhum para o caminhoneiro que utiliza o serviço. A intenção da TruckPad é gerar receita com o volume de informações que são passadas para os anunciantes.

O sistema compila informações sobre o comportamento e localização dos caminhoneiros, que podem ser úteis para parceiros, já que é possível definir as necessidades de produtos e serviços dos motoristas ao longo do percurso e ofertá-los. A plataforma funciona desde setembro de 2013 e, atualmente, conta com mais de 500 mil caminhoneiros em sua base de dados, além de já ter gerado mais de R$ 300 milhões em frete. Confira o que a startup tem a oferecer:

 

"Me chamaram de O Empreendedor Improvável. Muito mão na graxa para empreender", diz Mira, que foi sócio e presidente executivo do Grupo MIRA (Mira Transportes e TARGET Logistics) por 30 anos. É formado em economia pela FAAP, com pós graduação pela ESPM e especialização pela Oklahoma State University e já passou por projetos como Associação Brasileira de Logística (ASLOG), o livro 'Logística, o Último Rincão do Marketing', além de ter sido diretor de marketing da Sociedade Esportiva Palmeiras. Atualmente está à frente do TruckPad e da ABTC (Associação Brasileira do Transporte de Carga).

"Eu tinha uma meta de 10 mil downloads do aplicativo para o começo de 2015. Hoje, no meio de 2016, temos mais de 500 mil caminhoneiros à disposição de nossa base. Empreendedor improvável? Bem, empreender é improvável, basta correr atrás. Hoje já surgiram propostas de ampliação para Índia, para Turquia", continua Carlos. "Da graxa da Vila Maria à Turquia, que me segurem", finaliza.

O segundo cara que entrou no palco foi o Rodrigo Cartacho, CEO e fundador do Sympla, o site com o maior número de eventos à venda do Brasil. Para se ter uma noção, modelos tradicionais de vendas de ingressos possuem em sua base no máximo 150 eventos disponíveis para compra; na startup, que adota o modelo self-service (o controle sobre todas as etapas do evento é seu), você pode procurar por mais de 3.700 eventos em todo o Brasil.

Trata-se da venda antecipada de ingressos e inscrições pela internet, através de uma plataforma completa, potente e muito simples de usar, que traz relatórios inteligentes, termômetros de vendas e informações valiosas sobre o seu público. A ideia é aumentar as vendas com uma estratégia baseada em informações reais e completamente do seu jeito. Veja porque milhares de produtores estão optando pelo Sympla:

 

"Falhei e tive sucesso. Acredito que aprendi rápido em ambos os casos", disse Cartaccho depois de apresentar rapidamente os features de sua plataforma. A palestra estava destinada mesmo ao lado empreendedor de Rodrigo e suas lições aprendidas, não somente à promoção do Sympla, que inclusive já foi eleito como a melhor startup do Brasil, em 2015.

A primeira lição que o CEO quis passar para o público foi: esqueça o glamour.

"Não tem nada de glamoroso em empreender. Existem vários pontos positivos, mas glamour não é um deles. É suor, é correria, é esforço, tirar a bunda da cadeira, validar e executar".

A segunda, em especial para os brasileiros, é: nunca se esqueçam que estamos em uma maratona.

"Não são 100 metros rasos, que você dá um gás inicial para finalizar logo a etapa. É uma maratona de 43km, que você tem que manter consistência durante toda a corrida. Você precisa acertar o ritmo e chegar lá na frente".

O terceiro aprendizado passado foi sobre velocidade e assertividade.

"Velocidade é extremamente importante. O maior custo de qualquer startup é o custo de oportunidade. Você tem ali uma janela só para fazer acontecer e você deve estar operando em máxima velocidade, se não vai ficar difícil acontecer".

A consequente lição deve ser incorporada com a anterior, no que diz respeito à uma execução rápida e clara de suas ideias

"Contexto + análise. Pare e garanta que toda a análise do projeto tenha sido feita. Não adianta nada ser ágil com tudo e na hora que pede calma você não ter a necessária. É muito importante dar passos blindados, que você saiba exatamente o que está acontecendo".

E por fim, Cartaccho falou sobre o Princípio de Pareto, que afirma que para muitos fenómenos, 80% das consequências advêm de 20% das causas. Trata-se de uma estratégia que serve para definir em quais produtos a organização deve focar para atender às necessidades do seu público-alvo e garantir a sua margem de lucro, mesmo deixando de vender todos os tipos de mercadoria.

Quem entrou por último para palestrar foi o CEO e fundador do Qranio, Samir Iásbeck, com sua tradicional blusa de cérebro rosa. A ideia por detrás da plataforma educativa é transformar o aprendizado em jogo, permitindo competir em dinâmicas de perguntas e respostas com outros usuários e ganhar créditos virtuais para resgatar prêmios reais. As perguntas de múltipla escolha estão distribuídas em categorias como geografia, história, esportes, música, cinema, entre outras.

Veja também: hangout online grátis sobre como criar uma startup altamente inovadora com Samir Iásbeck

Com 1,2 milhão de usuários cadastrados, foi eleito o App do Ano de 2015 pelo Facebook Start e foi selecionado, em dezembro do ano passado, para o programa Launchpad Accelerator, do Google, que prevê investimento de US$ 1 milhão, aporte de US$ 50 mil e créditos de até US$ 100 mil para gastar em produtos do Google ao longo de 2016.

"O Google te dá todo o apoio. Estamos em contato constante com o cara por detrás do core do Android, o que nos permite um intercâmbio riquíssimo. Eles investem com equity free e, ao ponto de sermos considerados já o melhor aplicativo de 2015 pelo Facebook, era difícil conseguir imaginar o que viria pela frente. A aceleração do Google nos surpreendeu de uma forma muito positiva", comenta o CEO.

Veja mais sobre o aplicativo:

 

"O tempo é um dos bens mais valiosos. Não tem cabimento desperdiçá-lo com um aplicativo que não te acrescerá em nada. O Qranio pega você, no estado de zumbi Candy Crush, e te traz de volta a vida. Você joga, aprende, se diverte, acumula uma moeda virtual e troca por prêmios reais. Você não gasta dinheiro para comprar moeda virtual que não te ajudará em nada se não no próprio jogo. No Qranio você ganha moedas virtuais que podem ser trocadas por prêmios, como levar sua namorada para jantar", discursa Iásbeck.

No término de 2014, a Pepsico solicitou o desenvolvimento de uma solução de Corporate Mobile Learning que tivesse o Qranio como base. O projeto acabou não dando muito certo, mas abriu a mente do empreendedor para além das barreiras que foram estabelecidas em um primeiro momento na ideação de seu projeto.

O Bob’s sonhava ter treinamentos de RH em um formato mais divertido e efetivo: “A plataforma do Bob’s, onde os funcionários também ganham QI$, a moeda virtual do Qranio, é o primeiro programa de milhagem de conhecimento do mundo!”, comenta Samir. “Os modelos de contrato B2B com as grandes empresas são, hoje, o nosso principal canal de receitas. A equipe Qranio soube construir um hub de soluções que torna o aprendizado algo divertido, acima de tudo", continua.

O objetivo da Qranio é ser o grande player da educação no mundo, segundo o próprio fundador.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários