10 cursos de graduação que vão desaparecer até 2030

Da Redação

Por Da Redação

19 de dezembro de 2018 às 14:59 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Segundo o educador americano Jonathan Bergmann, “tudo o que se aprende na graduação hoje fica obsoleto em apenas 2 anos”.

Isso só reforça o que mostrou a pesquisa realizada pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos do Ensino Superior e divulgada pela GloboNews.

Até 2030 – ou seja, daqui a apenas 12 anos – alguns cursos de graduação deixarão de existir ou serão drasticamente modificados em relação ao que são hoje. São eles:

  • Direito
  • Administração
  • Engenharia Civil
  • Enfermangem
  • Psicologia
  • Ciências Contábeis
  • Pedagogia
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Fisioterapia
  • Engenharia de Produção

Essa pesquisa coincide com outro estudo realizado pela Universidade de Oxford, que diz que 47% dos empregos atuais podem ser substituídos por máquinas.

E, segundo o Fórum Econômico Mundial, 35% das habilidades consideradas essenciais para a atual força de trabalho mudarão daqui 5 anos.

O fato é que a educação atual – e os profissionais formados através dela – precisam passar por uma grande transformação, impulsionada pela tecnologia.

Grandes empresas como Facebook, Google e Apple já não exigem mais diplomas universitários na hora de contratar novos funcionários. As habilidades individuais são mais importantes do que os currículos.

Isso é parte do que será discutido no EdTech Conference, evento realizado pela StartSe para falar sobre o futuro da educação em 3 níveis: escolas, universidades e educação corporativa.

Para garantir uma das vagas na pré-venda, acesse o site oficial do programa e inscreva-se já.