Startup capta US$110 milhões para missão de revolucionar agricultura

Avatar

Por Elena Costa

1 de dezembro de 2017 às 10:59 - Atualizado há 3 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A startup Farmers Business Network levantou US$110 milhões em rodada de investimento série D liderada pela Temasek, firma estatal de investimentos da Singapura. Kleiner Perkins Caufield & Byers and GV também participaram da rodada. Essa série de investimento traz um total de mais de US$ 194 milhões captados pela Network.

O destino do dinheiro não foi divulgado pela companhia que conta com cerca de 5.000 membros que pagam US$ 600 por ano para obterem serviços como: plataformas para comércio eletrônico, de análise e permite que os agricultores gerenciem ofertas de potenciais compradores- comercialização de cultura.

Em outras palavras, o Farmers Business Network realiza uma coleta de dados e crowdsourcing para agricultores em um só lugar. Eles possuem mais de 200 funcionários espalhados por áreas agrícolas e escritórios em San Carlos e seu centro de operações em Sioux Falls, Dakota do Sul.

A companhia também destaca que é difícil realizar o que estão fazendo devido a consolidação das indústrias de sementes e agroquímicos pois eles não disponibilizam na plataforma os seus preços fazendo com que agricultores pagassem até 3 vezes mais no produto.

Mas Rob Leclerc, co-fundador e CEO da AgFunder, afirmou que o trabalho do Farmers Business Network está no radar das VPs e dos chefes de desenvolvimento de negócios. Imagine sensores fazendo análises de temperatura e umidade do solo em tempo real. Drones capturando imagens termais que mostram variações na lavoura, ou iPhones informando qual o melhor momento, local e horário para a aplicação de fertilizantes. Essa é uma pequena parte do futuro do agronegócio, que está sendo construída no Vale do Silício.

O mundo de agrotech está sendo completamente transformado pelas startups. Preparamos um ebook sobre o assunto que você pode baixar (gratuitamente) através deste link.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]