BNDES faz parceira com KfW para uso de blockchain em operações

Avatar

Por Elena Costa

23 de fevereiro de 2018 às 15:25 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

BNDES irá usar tecnologia blockchain para ter mais transparência e eficiência no uso de capital público em financiamentos que fomentam o desenvolvimento. Ação será realizada em parceria com o banco de desenvolvimento alemão KfW e terá como teste-piloto o Fundo Amazônia.

Os bancos trabalharão juntos no aprimoramento do software TruBudge, ferramenta desenvolvida pelo KfW que visa deixar mais transparente e eficiente as transações de capital público para investimentos.

Em release, o banco afirma que o uso da tecnologia tem como objetivo fornecer um conhecimento geral do mercado, fomentar as oportunidades de negócios e formar parcerias. Para atingir essa meta ele vem “trocando experiências com empresas, centros de pesquisa e instituições financeiras” que se prezam no desenvolvimento e aprimoramento do blockchain.

Ele também deixa claro que o uso do blockchain não implicará o envolvimento de uma moeda digital apesar da tecnologia ser similar a do bitcoin, explicando que elas se diferem pelo fato do TruBudge trabalhar com um fluxo de trabalho privado e não pública como as criptomoedas.

A expectativa do BNDES é que até maio seja realizado um teste-piloto da ferramenta no Fundo Amazônia que é gerido pelo banco e possui o KfW como um dos doadores e que realiza operações financeiras não reembolsáveis – foco da parceria entre os bancos.

Durante os testes, o BNDES compartilhará regularmente, entre os participantes, informações sobre o uso do TruBudget. O Banco não o usará para fins comerciais nem reivindicará a propriedade intelectual para o software ou uma versão modificada dele. Durante a execução conjunta do projeto, o KfW pretende formalizar a licença do TruBudget na modalidade de código aberto.

Segundo o diretor de Planejamento e Crédito do BNDES, Carlos Alexandre da Costa, o BNDES será o primeiro banco de desenvolvimento do mundo a usar a tecnologia e garante que a grande “vantagem é dar transparência às operações”. Ele também afirma que a ideia é que outras instituições financeiras utilizem a plataforma no futuro.

Sabe-se que em paralelo o BNDES vem trabalhando com Instituto Nacional de Tecnologia da Informação para desenvolver um sistema semelhante ao TruBadget para usá-lo na criação de uma criptomoeda e blockchain para conceder empréstimos a estados e municípios.

Atualmente, a tecnologia blockchain tem se destacado devido ao bitcoin. Ela é uma alternativa mais simples de transferir dinheiro para outros países, pois as transações acontecem mais rapidamente e são criptografadas.Essa tecnologia é parte da Nova Economia, que surge para mudar o mundo como conhecemos. A blockchain e outras tecnologias inovadoras, como inteligência artificial, são abordadas no nosso e-book  2018: The Observation Deck.

(Via Época Negócios)

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]