Uber fecha acordo com Softbank, que investirá US$ 1,25 bilhão

Com o acordo, a empresa fará a primeira oferta pública de ações em 2019

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

5 de outubro de 2017 às 11:24 - Atualizado há 2 anos

Uber

O conselho de administração do Uber chegou a um acordo com o Softbank do Japão: a empresa comprará de 14 a 17% das ações da empresa, que deverá abrir o capital para o público (ou seja, fará uma IPO – oferta pública inicial) em 2019.

O investimento direto do Softbank para a Uber será no valor de US$ 1 bilhão à US$1,25 bilhão, e contará também com a participação do grupo de investimentos Dragoneer. Mas a presença do banco japonês na empresa virá além do capital investido, pois o Softbank e a Dragoneer comprarão ações de outros investidores e funcionários para conseguir alcançar esta participação de 14 a 17%. Com o aporte, o Uber recebeu um valuation de US$ 69 bilhões.

Para o acordo ser realizado, o Uber e o Softbank se reuniram na tarde de ontem, terça-feira, para acertar as condições – retirando poderes do co-fundador e ex-ceo Travis Kalanick. Com o acordo, todos os acionistas do Uber terão o direito e o mesmo peso no voto. O próprio conselho de administração da empresa aumentou de tamanho, subindo de 11 à 17 cadeiras.

Recentemente, Kalanick havia afastado do posto de CEO, o qual Dara Khosrowshahi – ex-CEO da Experia – assumiu. Com as mudanças de governança trazidas pelos novos acionistas, qualquer novo CEO deverá ter o apoio nas decisões de, pelo menos, dois terços do conselho.

Apesar da diminuição da influência de empresários e investidores e, portanto, de sua própria, Kalanick possui uma opinião positiva sobre o acordo com o Softbank. “A Diretoria se reuniu e deu um grande passo à frente na jornada para o Uber tornar-se uma companhia aberta mundialmente. Nós aprovamos seguir em frente com o acordo do Softbank e estamos unânimes na decisão de trazer um novo sistema de governança, que servirá bem a empresa. Sob a liderança de Dara e a grande orientação do conselho, nós temos grandes expectativas para a Uber”, afirmou para o Business Insider.

O Uber é uma máquina de conseguir investimentos. Eles são importantes startups escalarem seus negócios. O assunto será o  tema do Invest Class da StartSe, um evento voltado para que empreeendedores aprendam a levantar dinheiro para suas startups. Veja aqui.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]