Intel lança fundo de investimento em startups que agradaria partidos de esquerda

Avatar

Por Júlia Miozzo

10 de junho de 2015 às 15:30 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – O Fundo de Diversidade é a nova criação da Intel Capital, por trás dos maiores fundos de investimento do mundo. No caso, o novo fundo é voltado para investir apenas em startups de tecnologia lideradas por mulheres, latinos ou minorias que não são representadas.

Está atrás de investimento para sua startup? Então cadastre-se no StartSe e fale com milhares de investidores. Acesse www.startse.com.br. É gratuito!

No total, o fundo possui US$ 125 milhões para investimentos em indústrias inovadoras. O novo fundo é parte de uma iniciativa da empresa anunciada no início do ano, que visa encorajar a diversidade em empresas de tecnologia – que, culturalmente, são representadas por homens, brancos e asiáticos.

O objetivo é alcançar a plena representação das mulheres e tais minorias nos Estados Unidos até 2020, segundo o site Pequenas Empresas, Grandes Negócios. Em comunicado à imprensa, o CEO Brian Krzanich disse que acreditam “que um local de trabalho mais diverso e inclusivo é fundamental para entregar resultados nos negócios”.

As quatro primeiras empresas a receberem os investimentos são as norte-americanas Brit+Co, CareCloud, Mark One e Venafi.

Dados de uma pesquisa feita pela Babson College apontam que apenas 15% das startups que recebem investimentos contam com mulheres no time de liderança, além de que apenas 3% dos aportes dos EUA são para empresas com CEOs mulheres.