É lançado o primeiro fundo voltado para empresas lideradas por mulheres

Avatar

Por Isabela Borrelli

20 de setembro de 2017 às 17:24 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Rede Mulher Empreendedora (RME) e a Gradual Investimentos acabaram de lançar o W55, iniciativa que promete fomentar o ecossistema de empreendedorismo com foco em empresas fundadas ou lideradas por mulheres.

O W55 surgiu a partir da proximidade entre Ana Fontes, fundadora da RME, e Fernanda de Lima, CEO da Gradual Investimentos, que notaram um gap no mercado: em termos de recursos de Private Equity, menos de 2% dos recursos globais desses fundos investem em empresas lideradas por mulheres.

“As mulheres têm um perfil muito associativo e a igualdade de gêneros gera um impacto positivo na economia. Isso se dá, porque as mulheres distribuem a renda entre outras pessoas da família e conhecidos e essa ação tem um efeito multiplicador”, explica Fernanda de Lima.

Entre as formas de apoio oferecidas pelo W55 estão três:

Capacitação: promove treinamentos e educação empreendedora, em parceria com a RME, para melhorar, ampliar e desenvolver competências para gerir a empresa.

Aceleração / Networking: cria possibilidades de conexão com outras empreendedoras, através de mentoria qualificada, acesso a networking e local de trabalho. 

Acesso ao capital: constrói, em conjunto, estratégias e soluções de acesso a capital compatíveis com a realidade do negócio, para gerar encadeamento produtivo.

O apoio será oferecido em troca de Equity Crowdfunding, que ocorre quando o investidor recebe uma participação acionária ou um título de dívida que pode ser convertido em ações da empresa.

Apesar de estar no começo, o W55 já está aceitando inscrições pelo site na área de contato. Para quem tiver interesse, Fernanda deixa claro que o objetivo é incentivar o empreendedorismo e empresas que são fundadas por homens e tem mulheres em posições de liderança também são bem-vindas.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet= 5]