Varejistas estão usando a tecnologia para se manter no mercado

Saiba como a tecnologia está moldando o futuro da indústria da moda com as novidades lançadas no London Fashion Week

Avatar

Por Elena Costa

30 de outubro de 2017 às 06:03 - Atualizado há 2 anos

Somente nos EUA grandes varejistas fecharam mais de 5.000 lojas físicas devido à concorrência de vendedores online. Para modificar o cenário as companhias estão usando a tecnologia para proporcionar novas experiências de compras aos consumidores e também já se prepara para o futuro da indústria.

Na London Fashion Week (LFW) que ocorreu em setembro, diversas marcas apresentaram suas inovações e discutiram as novidades para o setor. Um dos destaques foi a e-commerce japonesa Rakuten que lançou no evento o Fit Match que promete ajudar os consumidores a comprarem roupas que sirvam o seu perfil corporal.

Outra empresa que chamou a atenção foi a Amazon que lançou sua própria coleção e testou um serviço de entregas da passarela para sua casa. Os itens comprados pelo Prime Now eram entregues em 1 hora em Londres e em 1 dia para o restante da Europa.

Segundo James Clark, palestrante da London College of Fashion (LCF), a Amazon não somente fornece conveniência e serviço, mas se preocupa em criar uma relação com o seu consumidor. Além disso, Clark afirmou que a iniciativa da companhia pode abalar o mercado da moda se triunfar.

No mesmo período em que ocorreu a LFW, a Oracle Retail Industry Forum discutiu como eles utilizaram a tecnologia na rede de abastecimento. Diesel, Gap e Asos já usam o sistema criado pela companhia.

A Diesel usa um sistema de planejamento que gerencia o fluxo do estoque por meio do ciclo de vida do produto. Já a Gap trabalha para padronizar os seus processos de merchandising e a Asos utiliza uma tecnologia de otimização de apuramento na nuvem.

Jeff Warren, VP de gerenciamento de soluções da Oracle Retail, afirmou que o mundo da moda está se preparando para liderar grande parte da inovação tecnológica no varejo.

O futuro deste mercado está atualmente focado na influência que a tecnologia, principalmente AI e realidade aumentada tem na moda, afirmou Clark. O retailtech é um tema tratado por muitas empresas e isso é um ótimo sinal para a próxima geração desta indústria.

Para se informar das inovações e mudanças que as startups estão gerando no e-commerce e varejo no Brasil e no mundo inscreva-se na maior conferência para tecnologias e startups na área do varejo do Brasil – onde vamos falar como você pode baixar os custos da sua operação, aumentar as vendas e ter uma loja muito mais rentável. Clique aqui e participe!

(Via Computer Weekly)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]