Prefeitura de SP vai lançar sistema digital para disciplinar comércio de rua

Da Redação

Por Da Redação

28 de Maio de 2019 às 10:55 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Prefeitura de São Paulo resolveu usar a tecnologia para regularizar o comércio ambulante da cidade. No início de junho, a Prefeitura lança um sistema batizado de Tô Legal, pelo qual o comerciante montará seu perfil, informará o tipo de serviço que presta e em que horários trabalha.

À partir daí, poderá escolher pontos no mapa da cidade que estão disponíveis e, ao mesmo tempo, gerar boleto para pagar a taxa correspondente ao tipo de serviço prestado.

Segundo Alexandre Modonezi, secretário das Subprefeituras e responsável pelo sistema, informou ao jornal O Estado de S. Paulo, uma vez confirmado o pagamento, a licença com validade de 90 dias sai em até 72 horas.

Também será possível pedir emissão de licenças para atuar em pontos diferentes. Assim, o comerciante ambulante terá flexibilidade para explorar diferentes pontos de venda, assim como o fazem os Food Trucks.

O sistema que está em desenvolvimento é diferente da emissão do Termo de Permissão de Uso (TPU), que está suspenso e em fase de informatização.

A medida tem por objetivo disciplinar a atividade dos comerciantes ambulantes e “liberar as pessoas para trabalharem legalmente”, disse o secretário.

Segundo estimativa da secretaria das Subprefeituras, cerca de 40 mil pessoas trabalhem nas vias públicas da cidade.