Ingresse, startup de venda de ingressos, recebe aporte de R$ 90 milhões

João Ortega

Por João Ortega

11 de dezembro de 2019 às 07:53 - Atualizado há 6 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Ingresse, startup brasileira de venda online de ingressos, anunciou que recebeu um investimento de R$ 90 milhões. Participaram da rodada de investimentos a startup norte-americana Rival, que também está no mercado de eventos, o Grupo Globo, entre outros investidores.

De acordo com o Estadão, parte dos recursos será destinado a uma linha de crédito para produtores de evento clientes da Ingresse. Assim, a startup entra no mercado das fintechs: “Queremos financiar os parceiros e produtores para que eles possam fazer eventos maiores e melhores”, afirma Gabriel Benarrós, cofundador da empresa.

Além disso, uma parcela do investimento será utilizada para novas aquisições de empresas de eventos. O restante deve ser destinado à área de tecnologia para desenvolver novas funções e produtos dentro do aplicativo. Entre eles, a startup destaca a pré-venda de bebidas no app para evitar filas e melhorar a experiência dos frequentadores durante os eventos.

A Ingresse realiza a venda de ingressos para, em média, 900 eventos por mês, totalizando cerca de 5 milhões de entradas em um ano. Hoje, a empresa conta com 120 colaboradores em escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro. Desde a sua fundação em 2011, em Manaus, a empresa já recebeu mais de R$ 40 milhões de reais em investimentos (sem contar a atual rodada).

A comodidade oferecida pelo serviço online é o maior impulsionador do mercado de tickets online. Segundo estudo da consultoria PwC, o mercado mundial de mídia e entretenimento deve movimentar US$ 2,23 trilhões em 2021, crescimento anual de 4,2%.

No Brasil, segundo o mesmo estudo, o setor deve faturar US$ 43,7 bilhões de dólares em 2021. Além dos segmentos que mais vendem ingressos pela internet, como cinema, jogos esportivos e shows/festas, os números incluem também outros tipos de entretenimento como streaming de música, vídeo games e livros.

Invista na sua formação para a Nova Economia em 202o: Conheça as conferências, programas executivos e imersões internacionais da StartSe