Softbank quer comprar ações do Uber, mas quer um desconto de 30%

Avatar

Por Elena Costa

29 de novembro de 2017 às 14:36 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Softbank quer comprar ações do Uber com 30% de desconto sobre a última avaliação da companhia de US$ 68,5 bilhões. Eles desejam adquirir ações com o valuation de US$ 48 bilhões, que ainda manteria o Uber no posto de startup mais valiosa do mundo, e caso fechem negócio a empresa ficará com duas cadeiras no poderoso conselho da empresa.

O investimento foi aprovado pelo conselho em outubro que expandiu o número de membros com poder de voto de 11 para 17, cortando o poder do CEO Travis Kalanick. A iniciativa do negócio foi realizada pelo CEO Dana Khosrowshahi e foi aprovada em meio a um ano conturbado marcado por diversos escândalos.

O plano do negócio liderado pelo Softbank e Dragoneer Investment Group é adquirir 14% das ações e 2 lugares no conselho, deixando os outros 4 assentos livres para investidores independentes. A oferta foi lançada nessa terça e deixa os investidores com 1 mês para responder se aceitam ou não o acordo.

Caso não haja interesse nos assentos remanescentes o Softbank pode deixar o negócio, mas espera-se que o banco invista separadamente do acordo cerca de US$ 1 bilhão no Uber. A oferta do banco é uma oportunidade para investidores recentes ganharem um substancial lucro e para os funcionários que tiveram ações também.

A venda com 30% de desconto é uma manobra do Uber para iniciar a sua oferta pública em 2019, afirmou o co-fundador e chefe de investimentos no mercado secundário EquityZen, Phil Haslett.

A dúvida que paira no mercado é se após o último escândalo do Uber sobre o roubo de dados de seus usuários o Softbank irá concluir o negócio, mas a companhia afirma que informou o banco sobre o ocorrido antes de vir a público. Assim como o Uber saiba o melhor momento para sua empresa começar a buscar capital. O nosso e-book “Manual Básico para Captação de Investimentos” irá auxiliar nesse processo. Clique e saiba mais.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]