Pensando em redecorar ou montar sua casa? Veja uma alternativa para fazer isso de forma camarada!

Avatar

Por Lucas Bicudo

17 de Maio de 2016 às 13:16 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A proposta da Arquilego é simples: entregar plantas de casas e de apartamentos, além de soluções de decoração, com preço acessível e através de uma plataforma online de arquitetos.

Atuando em todo solo nacional, a empresa busca simplificar os serviços no setor e já atingiu a meta de 150 projetos entregues em apenas dois anos. O cliente envia um esboço de sua casa, apartamento ou cômodo a ser decorado e fotos e referências que servirão de base para o desenvolvimento do próximo passo.

Com o material em mãos, um briefing é elaborado e repassado a um dos sete profissionais da equipe, que prepara uma versão preliminar do projeto. Após a aprovação do cliente, é produzida a versão executiva, mais detalhada. O tempo médio de cada trabalho é de 20 dias.

A ideia surgiu em 2012, quando a arquiteta Marcela Torrelio quis empreender. O sócio Marcel Druker, além de engenheiro, havia adquirido um vasto know-how em marketing digital no último emprego. “A inspiração veio de um modelo de fora. Investimos US$ 150 no começo e, em duas semanas, conseguimos nosso primeiro cliente”, conta Druker.

“Um escritório de arquitetura tradicional cobra três ou quatro vezes mais do que nós. Isso porque nosso modelo não exige deslocamento, nem outro tipo de infraestrutura. A comunicação com os clientes é sempre à distância”, complementa Torrelio.

O preço médio dos serviços da Arquipelago costuma variar entre R$ 850 e R$ 3 mil. Para 2016, a meta é crescer 20% e lançar uma nova plataforma para intermediar clientes e profissionais de arquitetura e decoração.

“Nosso serviço é uma alternativa ao modelo tradicional e supre a demanda de arquitetos no mercado, sendo uma opção favorável ao momento de crise”, conclui o sócio.
Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]