Os 6 sacrifícios que você terá de fazer se for empreender

Será que você está preparado para ser um empreendedor? Muitos dos que desejam montar novas empresas e startups não estão

Avatar

Por Da Redação

2 de Maio de 2016 às 13:34 - Atualizado há 4 anos

Empreender é difícil, pesado e muitas vezes acaba te prejudicando mentalmente, fisicamente e emocionalmente. É necessário muito comprometimento para sair da sua zona de conforto e realizar todos os sacrifícios que são necessários para empreender.

Será que você está preparado para ser um empreendedor? Muitos dos que desejam montar novas empresas e startups não estão – e acabam falhando em seus propósitos por não saberem o preço que precisarão pagar para empreender.

Não basta apenas ter ideias. É claro que uma ideia inovadora é a chave do sucesso de qualquer startup, mas você também precisa ter a resiliência, o interesse de fazer e acontecer. Não pretendo, falando isso, te desanimar da sua missão de inovar, empreender e mudar o mundo. O que eu quero é que você saiba o preço do que está fazendo e que isso lhe torne um empreendedor melhor. Que tal?

Confira o que você terá que abrir mão para ter sucesso:

1. Vida social
Ao menos no começo, empreender consome tanto tempo que sua vida social vai embora rapidinho. Seus amigos ficarão abandonados e só os melhores realmente ficarão ao seu lado neste período. Serão longas noites de trabalho, que vão se estender até para as manhãs do dia seguinte. Isso não deixa muito tempo para sair e se divertir.

2. Sono
Outra coisa que sofrerá com o empreendedorismo tomando horas e horas do seu dia será os seus hábitos de dormir. Espero que você não seja dorminhoco, pois se for, será um problema: no começo, prepare-se para dormir, no máximo, 5 horas por dia (tem gente que dorme muito menos do que isso). Se você passa mais de 15 horas por dia trabalhando, estas horas precisam sair de algum lugar.

3. Entretenimento que não agregam
É muito bacana assistir a última temporada de House of Cards no Netflix, mas se você não pretende abrir uma startup para pressionar políticos a votarem de acordo com suas vontades, não lhe é muito útil. O dia só tem 24 horas, então é hora de você começar a gastar o tempo livre com outras formas de entretenimento que vão agregar na sua vida: ler livros sobre os assuntos que você precisa desenvolver é um exemplo.

4. A zona de conforto
Diga adeus a sua zona de conforto: ela é sua inimiga número 1. Qualquer momento que você estiver se sentindo confortável, provavelmente você não está no caminho certo. Um bom indicador é a quantidade de problemas que você enfrenta: são os mesmos ou mudaram? Se são os mesmos, você está no mesmo ponto que estava antes. Se são novos problemas, ótimo.

5. Sanidade
Terá horas em que você sentirá que está sacrificando a sua sanidade mental: pessoas te chamarão de maluco, esquisito, insano e obcecado – e muitas vezes, você questionará os riscos que você está tomando. Uma frase de George Bernard Shaw lhe dá um bom indicativo: “o homem razoável se adapta ao mundo, enquanto o homem não-razoável adapta o mundo a si próprio. Todo o progresso depende do homem não-razoável”.

6. Popularidade
É difícil para muitos fundadores de startup, mas liderar uma empresa não é um concurso de popularidade. Você terá que tomar decisões complicadas que são melhores para o sucesso de longo prazo da sua companhia ou time. Isso inclui decisões difíceis que ninguém quer fazer ou tomar.  Isso é parte de ser um empreendedor: você terá que estar confortável com a possibilidade de tomar medidas impopulares e se tornar um líder impopular.

Boa sorte na sua jornada!

(Via Entrepreneur)