O que as pessoas precisam ter para trabalhar na Amazon?

Avatar

Por Isabella Câmara

13 de agosto de 2018 às 17:35 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Amazon está sempre está oferecendo inúmeras oportunidades, mas antes de conseguir um trabalho na gigante do varejo online, é preciso corresponder a três expectativas gerais. Pelo menos foi esse o processo que o CEO da empresa, Jeff Bezos, recomendou à sua equipe há 20 anos. Em uma carta de 1998, destinada a funcionários, clientes e acionistas, Bezos descreveu seus 2.100 colaboradores como “pessoas inteligentes, trabalhadores e apaixonadas, que colocam os clientes em primeiro lugar”, e ressaltou  que para manter a força da equipe era necessário “estabelecer um padrão elevado na abordagem de contratação” da empresa.

Além disso, de acordo com ele, a contratação de políticas e práticas seria “o elemento mais importante” para garantir o sucesso contínuo da Amazon. Para identificar os candidatos em destaque, Bezos disse aos executivos que ele deveria pensar em três perguntas ou expectativas antes de oferecer um trabalho na empresa:

1. Você vai admirar essa pessoa?

Bezos diz que “a vida é definitivamente muito curta” para trabalhar com colegas que você não admira. “Para mim, sempre me esforcei para trabalhar apenas com pessoas que admiro e encorajo as pessoas daqui a serem tão exigentes quanto eu”, escreveu Bezos na carta. Em 1998, ele incentivou sua equipe a comparar candidatos com pessoas que eles admiravam em suas próprias vidas, para só assim pensar em contratá-lo.

2. Essa pessoa impactará a eficácia da Amazon?

Jeff Bezos não queria candidatos que não fossem bons o suficiente. “Queremos combater a entropia”, escreveu Bezos. “A exigência tem que subir continuamente.” Com isso em mente, Bezos pediu que seus funcionários visualizassem onde a empresa estaria em cinco anos. “Nesse ponto, cada um de nós deve olhar em volta e dizer: ‘Os padrões são tão altos agora – estou feliz por ter entrado quando fiz isso!'”, escreveu ele.

3. Essa pessoa pode ser uma superstar?

Em 1998, Bezos revelou que gosta de trabalhar com pessoas únicas, ressaltando que é importante contratar candidatos com “habilidades, interesses e perspectivas únicas que enriquecem o ambiente de trabalho para todos nós”, independentemente se essas características estiverem relacionadas ao trabalho ou não.

O CEO da Amazon fez um pronunciamento informando que um funcionário anônimo da Amazon tinha sido campeão nacional de Spelling Bee. Essa pessoa, provavelmente, era Barrie Trinkle, que trabalhou na Amazon de 1996 a 2001, e foi venceu a competição em 1973. “Eu suspeito que isso não o ajude em seu trabalho diário, mas isso torna o trabalho aqui mais divertido se você puder ocasionalmente surpreendê-la no corredor com um desafio rápido: ‘onomatopeia!'”, escreveu Bezos.

(Via: Business Insider)