Não há espaço para o desanimo: 10 dicas para começar um startup

Avatar

Por Lucas Bicudo

1 de junho de 2016 às 13:26 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Por Shashank ND, Fundador & CEO da Practo

Embora no mundo de hoje seja possível comprar ingressos de teatro ou chamar um táxi em questão de segundos, ainda continua muito difícil encontrar médicos.

Há seis anos, após grandes dificuldades para encontrar algo simples como uma segunda opinião sobre uma cirurgia de joelho feita pelo meu pai, eu cheguei à conclusão de que deveria existir um jeito mais simples! Foi assim que a Practo surgiu — com a missão de ajudar as pessoas a viver melhor e por mais tempo.

Em 2008, quando ainda estava na faculdade, me reuni com vários médicos para tentar entender melhor esse problema. Constatei que muitos não usavam nenhum tipo de software e que dentre os que usavam, a maioria estava insatisfeita com produtos de TI mal projetados e que causavam muita dor de cabeça.

Essa percepção nos levou a projetar o Practo Ray como um SaaS (software como serviço), que dispensa a necessidade de os médicos gerenciarem a área de TI e garante que os seus dados fiquem armazenados com segurança na nuvem, mesmo quando o computador quebra. No entanto, até então nós ainda não tínhamos tornado mais fácil para os consumidores encontrar os melhores médicos. Com base nisso, em 2013 criamos a Practo.com, com a missão de ajudar as pessoas a encontrar os melhores médicos e a marcar consultas em alguns segundos. Hoje em dia, com mais de um milhão de pacientes marcando mais de 100.000 consultas por mês, a Practo.com é a maior ferramenta de busca de médicos da Ásia e a sexta maior do mundo.

Em meio à nossa recente expansão para o Brasil, ainda há uma série de lições que nós fazemos questão de seguir.

1 – Trabalhe continuamente na sua visão. A visão deve ser articulada de forma contínua e cada passo que você der deve ser focado nisso. A visão ajuda a alinhar a equipe a um objetivo comum.

2 – Utilização é tudo. Você deve focar mais na utilização do produto do que no valor que os usuários estão pagando. A utilização é a métrica mais importante para determinar o valor do produto. Preste muita atenção no que os seus clientes dizem. É através da interpretação do feedback dos clientes que obtemos as percepções sobre o produto.

3 – Solucione os problemas mais difíceis. No início, tente resolver os problemas mais complicados (geralmente são aqueles que ninguém mais tentaria resolver). Pergunte a si mesmo: “Por que ninguém tentou fazer isso antes?”. Se analisarmos isso em termos lógicos, em vista dos avanços tecnológicos os problemas que até agora eram difíceis de resolver se tornaram mais fáceis.

4 – Contrate os melhores profissionais. Esta deve ser uma das suas prioridades principais, pois os melhores profissionais ajudam a gerar crescimento exponencial. Além de garantir que eles acreditem na visão da empresa, você deve se esforçar ao máximo para mantê-los a bordo. Um dos segredos para manter bons profissionais é construir uma cultura excelente desde o início, que permaneça enquanto a empresa existir.

5 – Pense em termos globais. Uma das melhores coisas que nós fizemos foi o lançamento inicial em Singapura. Esse mercado foi um teste de estresse e os trancos e barrancos que enfrentamos lá nos ajudaram a aprimorar o nosso produto. Isto foi essencial para nos ajudar a obter uma fatia de mercado tão grande e em tão pouco tempo.

6 – Contrate conselheiros e consultores. Hoje em dia, há uma grande quantidade de especialistas de setor.  Aproveite os seus conhecimentos, pois isso agiliza as coisas. Não tente fazer tudo sozinho.

7 – Crescimento é a única forma de manter uma start-up de pé. Mantenha um foco contínuo nos índices de crescimento, corra riscos e faça o possível para crescer rápido.

8 – Crie produtos excelentes. Nunca ofereça um produto abaixo da média. Os clientes conseguem detectar descuido e acabarão abandonando-o.

9 – Escolha os investidores certos. Ao invés de focar em valorização, concentre-se em criar um produto ou serviço excelente que as pessoas vão adorar. Os investidores reconhecerão o valor disso. Dê mais importância para quem está investindo em você do que para o quanto está sendo investido. Os investidores podem ser ótimos parceiros que o ajudarão a crescer e, portanto precisam compartilhar a sua visão de médio e longo-prazo e os seus objetivos devem estar alinhados a isso.

10 – Foco. Os seus recursos e tempo são limitados. Não desperdice muito tempo em conferências, eventos de socialização, etc. Concentre toda a sua energia em progresso. No início da nossa empresa, nós adotamos o mantra “Codifique & Venda”. Todo o resto é inútil.

Finalmente, tente curtir o seu negócio. Como você passará muitas horas fazendo isso, é melhor que seja algo que você adora e que te empolgue. Desânimo não tem vez.

Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]