Musk afirma que SEC viola sua liberdade de expressão

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

12 de março de 2019 às 16:16 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Para Elon Musk, a nova acusação da SEC (Securities and Exchange Comission, órgão regulador do mercado financeiro dos EUA) é uma violação à sua liberdade de expressão.

Tudo começou quando, no dia 19 de fevereiro, mais um tweet de Elon Musk se tornou polêmico. O executivo da Tesla havia escrito que a Tesla produziria 500 mil veículos em 2019 e logo após se retratou, afirmando que a estimativa é de 400 mil. No entanto, o primeiro tweet foi o suficiente para a SEC pedir a prisão de Musk por quebra de acordo judicial.

O empreendedor alegou que a medida fere sua liberdade de expressão porque nenhum dado sensível aos investidores teria sido divulgado. Musk já havia traçado a previsão de 400 mil carros anteriormente, em uma conferência com investidores.

Além disso, outra justificativa expressa no documento enviado à SEC é que, mesmo se Musk tivesse infringido o acordo, deveria haver evidências de que ele havia evitado de cumpri-lo propositalmente.

Como começou?

No ano passado, o empreendedor foi acusado de utilizar o Twitter para manipular as ações da Tesla ao afirmar que a empresa se tornaria privada e já possuía o financiamento para tal. Ele havia divulgado até mesmo o preço das ações, no valor de US$ 420.

Por causa desse episódio, Elon Musk e a Tesla foram multados em US$ 20 milhões cada. Foi acordado que qualquer informação sensível às ações da empresa seria discutida e aprovada antes de serem divulgadas pelo empreendedor.

Dessa forma, a SEC reagiu quando o empreendedor divulgou os dois números na rede social, mesmo que ele tenha se retratado. Para o empreendedor, o órgão regulador também reagiu com exagero porque Musk afirmou não respeitá-lo.

A resposta dos investidores

Elon Musk não incomodou apenas à SEC ao publicar os tweets sobre a produção da Tesla para este ano. Um grupo de investidores se reuniu para processá-lo devido às declarações, também pedindo que fossem analisadas antes de serem publicadas.

Eles afirmaram que anúncios como esses podem prejudicar seus negócios e buscam garantias para que não aconteça novamente. Não foi divulgado se eles pediram qualquer tipo de compensação.