“Ninguém merece ser um bilionário, mas é útil”, diz Mark Zuckerberg

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

7 de outubro de 2019 às 16:53 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Mark Zuckerberg, a 5ª pessoa mais rica do mundo, acumula uma fortuna de US$ 69,4 bilhões. Ele, no entanto, acredita que bilionários não deveriam existir. “Ninguém merece tanto dinheiro”, disse em uma reunião com funcionários.

A reunião foi realizada na última quinta-feira (3) e parte dela foi exibida em uma live. “Eu acredito que se você faz algo que é bom, você é recompensado, mas acredito que parte da riqueza que pode ser acumulada é irracional”, disse o fundador do Facebook, de acordo com a Bloomberg. Ele respondeu a uma pergunta de um funcionário, que desejava saber a opinião de Zuckerberg quanto à afirmação do político dos Estados Unidos Bernie Sanders sobre a não existência de bilionários.

Zuckerberg usa a “utilidade” de possuir tanto dinheiro na Iniciativa Chan Zuckerberg, uma instituição filantrópica fundada por ele e sua esposa, Priscilla Chan. Eles investem para que avanços científicos ajudem a erradicar doenças, em melhorias para o aprendizado de crianças e em uma reforma do sistema de justiça criminal. De acordo com o executivo, isso não poderia ser realizado através de dinheiro de governos.

“A sugestão de que isso deveria ser feito por instituições públicas, acho, privaria o mercado e o mundo de uma diversidade de tentativas diferentes que podem ser tomadas”, afirmou Zuckerberg, que é descrito como uma das pessoas mais poderosas do mundo.