Kaszek Ventures levanta US$ 600 milhões para investir em startups da América Latina

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

30 de agosto de 2019 às 11:43 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Os maiores fundos de investimentos do mundo estão de olho na América Latina. Agora é a vez do venture capital argentino Kaszek Ventures captou US$ 600 milhões em investimentos. O objetivo é de realizar aportes em startups do continente. Warren, Contabilizei, Escale, Nubank, Guiabolso, Creditas, Loggi e GetNinjas são algumas das startups brasileiras no portfólio do fundo.

Do investimento de US$ 600 milhões, US$ 375 milhões serão aplicados em startups e empresas em estágio inicial. Já os US$ 225 milhões são destinados a empresas e startups com mais maturidade.

Enquanto o foco da Kaszek Ventures sempre foi no continente latino-americano, o Softbank, um dos maiores fundos de capital de risco do mundo, criou o Latin America Fund recentemente. O empreendimento terá capital de US$ 2 bilhões para investir em startups. Juntas, os dois fundos realizaram um aporte na startup brasileira Volanty.

De 2017 para 2018, o número de investimentos em startups na América Latina quase dobrou. Em 2017, foram investidos US$ 1,1 milhão. Já no ano passado, esse número chegou a quase US$ 2 bilhões (precisamente US$ 1,9 milhão). Com o foco voltado para este setor, a expectativa é que essa curva continue subindo e os números crescendo neste ano. Os dados são de uma pesquisa da Associação de Venture Capital da América Latina (LAVCA).