Ignição Empreendedora: 5 estratégias para se manter relevante

StartSe

Por StartSe

14 de julho de 2020 às 12:30 - Atualizado há 3 semanas

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A primeira aula do curso online e gratuito oferecido pelo Estadão e StartSe, Ignição Empreendedora, aconteceu na segunda-feira (13). O professor foi Maurício Benvenutti, hoje sócio da StartSe, colunista de inovação do Link do Estadão e autor dos best sellers Incansáveis e Audaz.

A aula gravada está disponível para alunos inscritos no programa. Inscreva-se aqui gratuitamente no curso Ignição Empreendedora para assistir.

Benvenutti abordou cinco tópicos: as mudanças causadas pelas quatro últimas grandes crises no Brasil e no mundo; os quatro estágios da COVID-19; as cinco grandes tendências pós-COVID-19 observadas na China (e que devem se repetir, pelo menos em parte, no resto do mundo); a economia da objetividade e as quatro competências chave que emergem com a crise.

Ele também contou que foi responsável pela abertura do escritório da StartSe no Vale do Silício (EUA), onde conheceu Steve Blank, o mentor da geração Lean Startup, a chamada geração “startup enxuta”, conhecida por ter colocado em prática novos métodos de trabalho e gestão na criação de novas empresas.

Ao longo da aula, Mauricio pontuou cinco estratégias, que tem como base os ensinamentos de Blank, para se manter relevante no atual cenário. São elas:

1. Para inovar é preciso ousar

Blank criou o modelo de startups que conhecemos hoje, popularizado mais tarde por Eric Ries, que foi seu aluno, no livro A Startup Enxuta. Ao ser perguntado sobre a sua definição para o Vale do Silício, respondeu: “é uma coleção de pessoas loucas. Não apenas empreendedores com ideias malucas, mas também investidores dispostos a tomar o risco”. Ou seja, para criar algo novo não basta um maluco com uma ideia na cabeça, é preciso encontrar um outro maluco, com dinheiro, que patrocine o desenvolvimento desta ideia.

2. Adote um novo jeito de pensar

Em um de seus principais ensinamentos, Blank diz que é um erro tratar startups como versões pequenas de grandes empresas. As métricas são completamente diferentes. O mesmo vale para as estratégias de inovação nas empresas. “Não adianta para uma grande empresa achar que basta criar uma incubadora de startups para inovar mais”, afirma. “É preciso que a companhia altere a sua cultura, que recomece os processos do zero, do RH à área de compras”, diz.

3. Aprenda a lidar com o cenário adverso

Sobre o atual cenário de investimentos no Vale do Silício, Blank diz invejar os empreendedores que estão hoje na região, que vive seu auge do ponto de vista de investimentos. Disse que o conceito de startup enxuta foi criado em tempos em que os recursos para startups eram mais escassos. E lembrou que nas últimas duas décadas essa abundância de capital não estava tão presente. “Sobretudo depois do estouro da bolha da internet, em 2000, e depois na crise financeira de 2008.”

4. Desafie o seu plano de negócios

Um dos principais mantras criados por Blank é a famosa frase “get out of the building” (saia do prédio). Segundo ele, um plano de negócios não resiste ao primeiro contato com o mercado. Ele defende que esses planos de negócios são moldes criados a partir das experiências de empresas já consolidadas, que fazem com que a startup já nasça engessada. A melhor forma de tornar uma empresa atrativa para investimentos é mostrar que você foi para a rua e viu quais as demandas do potencial usuário do serviço.

5. Entenda a demanda do seu cliente

“Se você contrata um vice-presidente de vendas para a sua empresa nos primeiros seis meses de existência, é bem provável que a sua empresa não irá prosperar”, diz Blank. “Antes de começar a vender, você precisa investir tempo e dinheiro na tarefa de entender o que o seu cliente precisa”, escreveu Blank em um de seus posts, em seu blog.

Se você quer acompanhar o curso Ignição Empreendedora, ainda dá tempo de participar das aulas. Clique aqui e inscreva-se.