Homem vende startup por US$ 2,5 bilhões e entra em depressão

Da Redação

Por Da Redação

2 de setembro de 2015 às 11:19 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Markus Persson é um dos fundadores de startup mais bem-sucedidos do mundo. Conhecido como “Notch”, ele vendeu sua empresa, que faz o game Minecraft, para a Microsoft por US$ 2,5 bilhões. 

Finalmente incrivelmente rico, Persson passou a se sentir absurdamente sozinho após a venda – como se sua vida tivesse perdido o sentido. Ele passou a reclamar no twitter de sua solidão após a venda, mostrando um comportamento claramente associado com distúrbios como a famosa depressão. 

“O problema de conseguir tudo é que você perde as razões para continuar tentando. E a interação humana começa a ficar impossível por conta da falta de equilíbrio”, disse em um tweet. Ele diz que tentaria outra empresa, ou “salvar o mundo” como Elon Musk, mas que isso o deixaria exposto “ao mesmo tipo de babaca que o fez vender a empresa primeiro”. 

Com a mídia noticiando seu comportamento, Persson passou a atacar o jornalismo – dizendo que haviam outros assuntos mais importantes. Contudo, há de se entender que o que aconteceu com o sueco não é uma exceção e que muitos fundadores de empresas precisam pensar em novas coisas, caso decidam vender suas companhias – ou poderão acabar com uma vida vazia.

Há lições valiosas a serem entendidas na história do fundador do Minecraft. Sem nada para fazer, ele resolveu ir jogar videogame: seu twitter mostra um grande interesse por Metal Gear Solid V. 

Confira os tweets de Markus Persson: 

O problema de conseguir tudo é que você perde as razões para continuar tentando. E a interação humana começa a ficar impossível por conta da falta de equilíbrio.

Posso ir para Ibiza com um bando de amigos e festejar com famosos, fazer o que eu quiser, mas nunca me senti tão isolado

Na Suécia, vou esperar pelos meus amigos empregados e com famílias terem tempo para fazer algo, olhando para meu reflexo no monitor

Quando vendemos a companhia, o maior esforço foi ter certeza que os empregados fossem cuidados, mas todos eles me odeiam agora

Encontrei uma garota incrível, mas ela tem medo de mim e do meu estilo de vida e ficou com alguém normal 

Eu faria como Musk e tentaria salvar o mundo, mas isso me colocaria novamente com o mesmo tipo de babaca que me fez vender o Minecraft

Pessoas que tiveram sucesso me dizem que isso é normal e vai passar. Isso é bom de saber! Eu acho que vou tomar um banho, então.