Como saber quando seu negócio vale a pena?

Avatar

Por Isabella Câmara

2 de agosto de 2018 às 17:04 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Outro dia estava em um grupo do WhatsApp sobre empreendedorismo e vi um membro perguntando: “qual seria uma boa margem de lucro para o meu negócio?”

Bem, a resposta para essa pergunta é depende.

Porém, o que eu acredito ser realmente interessante é a pergunta por trás dela.

A pessoa não quer saber se a margem é boa ou não, mas sim, se o retorno daquele negócio no qual ele dedicou seu tempo e esforço é satisfatório.

E é sobre isso que quero falar nesse artigo.

Mas antes quero deixar uma coisa clara: não irei aqui falar sobre os ganhos irracionais de se empreender.

Ou seja, nesse artigo não irei considerar a satisfação pessoal ou o prazer em fazer algo que ama na hora de analisar se um negócio vale ou não a pena.

A questão aqui será racional.

Antes de tudo um exemplo

Vamos dizer que você queira comprar um imóvel para alugar. Ou seja, um imóvel como investimento.

Você ira investir 500 mil reais na compra desse imóvel, alugar por 2000 reais por mês durante os próximos 10 anos e vender depois com alguma valorização, afinal, imóveis sempre valorizam não é mesmo?

Bem, mais ou menos.

Aqui é necessário fazer algumas contas simples.

Vamos assumir que o aluguel do seu imóvel será reajustado pela inflação ao longo dos próximos 10 anos. Assim você tem um retorno de aluguel equivalente a 4,8% ao ano.

Ou seja todos os anos o aluguel gerado pelo imóvel é equivalente a 4,8% do seu investimento (isso sem considerar os impostos e a dor de cabeça).

Mas tudo bem, ainda tem a valorização.

Em uma análise pelo índice Fipe Zap, temos que o retorno real (acima da inflação) médio com a valorização dos imóveis no Brasil é de 1,23% ao ano desde 1979.

Ou seja, quase toda aquela valorização que vemos nas histórias de pessoas que compraram imóveis e venderam pelo dobro do preço em 10 anos, acaba sendo uma simples correção pela inflação.

Mas tudo bem, na nossa simulação temos aqui um investimento de 500 mil reais, que vai te retornar 6,1% ao ano (Fora impostos) ao longo de 10 anos.

Será que é um bom negócio?

Para descobrir isso precisamos comparar com outras oportunidades, como por exemplo os Fundos Imobiliários, uma classe de investimento em renda variável ligada ao setor imobiliário que paga dividendos mensais livres de impostos.

Somente a média de dividendos dos Fundos Imobiliários já superaria o retorno esperado pelo investimento em imóveis par aluguel em nossa simulação.

Além de ter outras vantagens, como maior facilidade de diversificação do patrimônio, mas falar disso não é o intuito desse artigo.

Mas tudo bem, aqui temos uma simulação de investimentos, e se fossemos empreender?

Antes de mais nada é preciso entender que empreender também é um investimento.

Você vai investir seu tempo e dinheiro para construir um negócio.

Então aqui a conta passa a ser: quanto dinheiro você faria fazendo qualquer outra coisa?

Vamos dizer que você tenha 25 anos, ganhe um salário líquido de 4000 mil reais, consiga poupar 20% disso para sua aposentadoria privada por mês e tenha 20 mil de reserva para montar seu negócio.

Além disso você montou uma reserva para pagar as suas contas por 1 ano no valor de 50 mil reais.

Se você simplesmente largar o seu emprego, você passaria a ter um fluxo financeiro mensal de 0 reais, e somente despesas.

Nesse 1 ano em que você vai empreender, você vai ter um custo de oportunidade de 48 mil reais (o salário que deixará de ganhar) e o investimento de 20 mil reais.

Note que nem estou considerando sua reserva de caixa para se manter.

Ou seja, em 1 ano você vai investir 70 mil reais!

Quanto dinheiro o seu negócio precisa trazer para que ele valha a pena falando racionalmente?

Bem, a conta é bastante similar a que fizemos com o imóvel.

Você deve procurar alguma alternativa de investimento equivalente e entender quanto dinheiro você poderia obter com ela.

Podemos usar de base a renda fixa no Brasil, o CDI rende cerca de 6,5% ao ano.

Se você investisse esses 70 mil reais no CDI você teria ao final de um ano (sem considerar os impostos) 74550 reais.

Ou seja, no pior cenário possível no final de 1 ano, o seu negócio deveria gerar R$4550 reais de lucro líquido para que possamos dizer que ele é minimamente racional.

Porém isso ainda seria ser extremamente bondoso.

Da mesma forma que na Bolsa de valores usamos a chamada “Taxa de desconto” para calcular o valuation de um negócio, ao empreendermos também deveríamos fazer o mesmo e calcular o retorno mínimo esperado.

Para isso é necessário que você tenha algumas noções básicas de contabilidade e valuation.

Mas sobre isso falaremos em outro artigo, por hora quero deixar apenas a reflexão sobre o quanto de retorno o seu negócio deveria gerar.

Simples: mais do que se você fizesse outra coisa ao seu alcance. Como trabalhar para outra pessoa ou investir.