Fintech Saldo MAIS simplifica emissão de nota fiscal eletrônica para empreendedores

Startup está captando investimentos por meio da CapTable, plataforma de investimentos da StartSe

Avatar

Por Da Redação

27 de novembro de 2019 às 16:18 - Atualizado há 3 meses

Saldo MAIS é uma fintech que transforma dispositivos móveis (celulares, computadores, tablets ou maquininhas de cartão) em pontos de vendas. A startup nasceu com o objetivo de tornar mais simples a emissão de notas fiscais eletrônicas para micro e pequenos empreendedores do país.

Segundo dados do IBGE de 2017, existem 12,4 milhões de microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas no país. Este segmento representa 27% do PIB brasileiro. Neste cenário, o Saldo MAIS identificou um mercado potencial amplo para escalar sua solução.

O MVP da fintech foi lançado em 2017, ano em que se tornou obrigatória a emissão de nota fiscal eletrônica para todas as empresas brasileiras, independente da atividade, regime tributário e faixas de faturamento. “As ferramentas em sua maioria que existiam e ainda existem no mercado são softwares de gestão com estoque e financeiro integrados que, dentro de diversas funcionalidades, proporcionam de forma limitada a emissão de notas fiscais eletrônicas”, explica Sady Bazilio Nunes, CEO e fundador do Saldo MAIS.

Assim, um software que simplifica o processo de emissão das notas foi muito bem recebido pelo mercado. “Em março de 2018, chegamos a uma maturidade desta solução. Em junho, introduzimos a Nota de Serviço Eletrônica e, no mês de outubro, disponibilizamos a Nota do Consumidor Eletrônica, completando nosso portfólio de produtos fiscais”, diz o empreendedor.

Escala

Desde então, a Saldo MAIS vem ampliando sua base de clientes e crescendo por meio de parcerias estratégicas. “Menos de 8 meses após o lançamento, conseguimos fechar parceria com a maior operadora de cartões do país, a Cielo. Nosso aplicativo está presente em todas as maquinetas da Cielo Lio do Brasil, atendendo uma demanda de nossos clientes que é resolver tudo pelo dispositivo, sem precisar gastar mais com impressão em papel”, revela Sady Bazilio Nunes.

No período, o feedback dos clientes é majoritariamente positivo. As soluções do Saldo MAIS simplificam o processo de venda para pequenas empresas, cumprindo o propósito da startup de fomentar o empreendedorismo no Brasil. “Mesmo aquele empresário que tem pouco ou nenhum conhecimento fiscal e contábil consegue emitir a nota fiscal eletrônica em segundos. A Saldo MAIS evita demora no atendimento ao cliente, atraso em entregas, perda de vendas, pagamento de mais impostos do que o necessário e sansões fiscais por não atender à exigência legal de emissão de nota”, conta o empreendedor.

A fintech está realizando uma primeira rodada de captação de investimentos por meio da CapTable, plataforma de investimentos da StartSe. Para entender mais sobre como investir no Saldo MAIS, inscreva-se aqui para assistir ao webinar nesta quarta-feira (27), às 19h.