Dória envia projeto sobre cobrança de imposto sob Netflix e outros serviços

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

20 de setembro de 2017 às 19:14 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB) criou um projeto de lei que atribui a cobrança de imposto sobre serviço (ISS) à serviços de streaming – como o Netflix e Spotify -, hospedagem de dados e criação de programas de computador.

A cobrança de impostos, se aprovada na Câmara dos Vereadores, incidirá sobre 1,09% do valor do faturamento da nota. Ainda não se sabe se a mudança afetará o valor pago pelo consumidor.

Veja também: vamos ensinar corporações a serem mais competitivas através da inovação, conheça o Corporate Class

Segundo o prefeito, “a expectativa de aumento na arrecadação é baixa” e a medida evitará a “ocorrência de atos de improbidade administrativa”. A decisão sobre a atribuição de impostos nos serviços de streaming é de cada município desde 2016, quando o presidente Michel Temer assinou a lei complementar nº 157/2016.

O líder do governo na Câmara, Aurélio Nomura (PSDB), afirma que ainda não há previsão para a votação do projeto de lei, mas que tramitará o mais rápido possível. Se aprovada, a cobrança de imposto deve acontecer a partir de 2018.

O ISS (imposto sobre serviço) incidirá, ainda, sobre a aplicação de piercings, reflorestamento, monitoramento eletrônico, entre outros.

(Via Uol)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]